Cheguei ontem no início da noite em Porto Alegre para ver o maior espetáculo da terra, hoje, no Beira-Rio, com todos os ingressos, caríssimos, por sinal,  vendidos: a despedida do Brasil dos Rolling Stones encerrando a Olé Tour. É minha banda preferida desde Satisfaction,  o primeiro som que me fez a cabeça, ainda criança, me indicando o caminho a seguir. Cresci, vivi, curti, envelheci e nunca os larguei. O show de hoje em Portinho (mais alegre do que nunca) é o quinto que verei da banda,e entre as outras opções no Brasil, Rio e São Paulo, escolhi aqui por várias razões. As principais são as lembranças. Com 17 anos trazia  ônibus lotados de "magrinhos" de Floripa para os grandes shows internacionais no Gigantinho. Anos 70. Bate- e- volta, loucura na vinda e na volta. Lotava os ônibus pelo meu programa de rádio, de rock. Escolhi vê-los aqui pelo lugar. Uma prova de amor a Porto Alegre. Vou mais cedo, tentar fazer alguma coisa fora do estádio para o Jornal do Almoço de amanhã. Vou ficar aqui até sábado,  trouxe comigo minha filha menor, Maria Cândida, 17 anos, para que conheça dois coisas que muito alegraram a vida do seu pai: Stones e Porto Alegre. Estou correndo contra o tempo.  Não há mais tempo a perder. Tenho quatro filhos, dois deles, essa que veio comigo,  com 17, e Manoel, com 19, precisam aproveitar com eles. Hoje veio a menor, ano passado em Buenos Aires para o jogo Brasil x Argentina, eliminatórias, foi o Manoel, e assim vamos levando. Nas férias todos se juntam.

Ontem do aeroporto Salgado Filho, enorme, uma hora antes da chegada dos Stones, que já dormiram em Porto Alegre, fui direto com meu amigo Francisco Noveleto, dono de 130 lojas Multisom, de quase 20 hotéis e presidente da Federação Gaúcha de Futebol, catarinense, de Pouso Redondo que começou a vida como garçom, e hoje tem até helicóptero, jantar na cobertura duplex de cinema do treinador Argel Fucks, que nos esperava com um salmão na brasa. Foram quase cinco horas falando de futebol. Narrador da rádio Gaúcha Pedro Ernesto também estava com seu filho de 18 anos. Só nós e um bom vinho. Domingo tem Grenal pelo Estadual. E hoje tem Grêmio pela Libertadores aqui também em Porto Alegre. A cidade está em festa. As duas Arenas, do Inter e do Grêmio, vão estar lotadas. De um lado o Grêmio. Do outro os Rolling Stones, juntando todas as torcidas.

Depois do show, vai rolar a festa fechada para os Stones, com 150 convidados, os vips da cidade,  na casa do empresário Doddy Sirena, da DC SET.    

     

 Veja também
 
 Comente essa história