Espetáculo de Deborah Colker abre o 35º Festival de Dança de Joinville Cafi/Divulgação

Cão sem Plumas, de Deborah Colker

Foto: Cafi / Divulgação

Esta coluna foi produzida pela Redação do Diário Catarinense. O colunista Cacau Menezes está em férias e retorna a este espaço em agosto. 

Espetáculo Cão sem Plumas, inspirado em poema de João Cabral de Melo Neto, de Deborah Colker, abre nesta quarta-feira a 35º edição do Festival de Dança de Joinville. Cão Sem Plumas fala sobre o rio Capibaribe, que nasce no sertão de Pernambuco, banha 42 municípios pernambucanos e deságua no porto de Recife. A geografia do poema conduz os movimentos dos bailarinos. O espetáculo estreou em junho no Recife.  

A Mostra mais esperada

Umas das exposições mais aguardadas do ano ocorre em São Paulo a partir de 6 de setembro e vai até 28 de janeiro. O Museu da Imagem e do Som (MIS) da cidade vai exibir mostra sobre Renato Russo, fruto de uma pesquisa iniciada em 2015 no acervo do artista em seu apartamento. Entre os objetos, estão fotos, manuscritos, instrumentos musicais, fanzines, letras de músicas, desenhos e cartas de fãs. A pré-venda de ingressos começou essa semana.

Acompanhe as últimas publicações de Cacau Menezes

MEC pressiona por celeridade nos planos de educação

Semelhante a Pokémon Go, app usa realidade aumentada com a fauna brasileira

Estudante da UFSC cria religião para o game Overwatch e mostra como é fácil abrir uma igreja no Brasil

 DC Recomenda
 
 Comente essa história