Esta coluna foi produzida pela Redação do Diário Catarinense. O colunista Cacau Menezes está em férias e retorna a este espaço em agosto. 

Foto: Caroline Leivas Borges / Divulgação

Por Cris Vieira

Está prevista para o dia 26 de agosto a chegada ao Porto de Imbituba do primeiro navio vindo da Ásia dentro da nova linha de longo curso. A partir desta data, serão realizadas escalas semanais no porto, sempre com navios gigantes, transportando contêineres para atender aos maiores mercados do mundo. Trata-se de uma nova opção para o importador e exportador catarinense e de todo o Sul do Brasil, em especial setores como o cerâmico e o madereiro.

Muito legal, não fosse estar em vigor a alta temporada de baleias na região (que vai até setembro). O Porto fica no meio da Apa da Baleia Franca. O turismo embarcado de baleias está proibido em Santa Catarina exatamente por conta do risco aos animais, seja pelo ruído das embarcações, seja por acidentes.

Questionada sobre o impacto aos animais, a SC Par, que administra o Porto, afirmou que está implantando este ano um procedimento interno de boas práticas, que estabelece diretrizes para navegação com o objetivo de prevenir molestamentos e acidentes. Entre as ações, está monitoramento com equipes que avisam os barcos quando há baleias na rota e distribuição de folhetos educativos para as equipes. A SC Par afirma ainda que não há estudos suficientes que comprovem os danos aos cetáceos pelas embarcações. A coluna perguntou também, por duas vezes, se não seria melhor organizar a chegada de grandes navios para outra época. Mas a SC Par não respondeu.

Acompanhe as últimas publicações do colunista

Apesar do tempo seco, Casan diz que não há preocupação com falta de água 

Projeto promove cinema gratuito para maiores de 60 anos em Florianópolis

Barca dos Livros anuncia suspensão de algumas atividades


 Veja também
 
 Comente essa história