Valter Gallina  ainda não  decidiu sobre sua candidatura  a Assembleia Legislativa, como está impondo o seu partido, o PMDB, um dos assuntos de Cacau semana passada.

"Estou sendo bastante estimulado, mas você sabe que sou um homem do Executivo. Por isso a relutância. Sou movido a desafios e tenho muitos ainda na Casan, empresa que tinha um passivo enorme. Faltava água todos os dias em todos os cantos de Santa Catarina, principalmente em Florianópolis. Pois este virou um assunto do passado. Faz mais de 30 meses que não falta água no litoral graças a uma gestão moderna, muitos investimentos e trabalho. Agora, vou resolver outro problema histórico: tornar a água da Beira-Mar Norte balneável. E isso não é promessa eleitoreira, como foi feito no passado." Gallina garante que vai deixar o local mais emblemático de Floripa despoluído. "Será um novo cartão-postal da cidade. E será também importante econômica e socialmente para a nossa querida capital.  Acredite Cacau."

Eu acredito em tudo que tem recursos e boa vontade, meu caro Gallina.

Lá e cá
Dois dias antes de viajar para Barcelona, cidade que escolheu para morar, deixando o apto de Floripa para visitas esporádicas, o playboy argentino Daniel Mirkin foi perseguido por um motoqueiro ao sair dirigindo seu Rolls Royce da Costelaria Ponta D`Agulha, na SC-401. Daniel entrou num centro comercial à frente, assustado, pedindo por socorro. O motoqueiro entrou junto, aumentando seu desespero. Parou na frente do carrão, olhou muito para o braço do dono e arrancou para não ser preso. Logo a polícia chegou. 
Em Barcelona, na semana passada, o final foi bem pior: andando na rua, a pé, com seu melhor e mais caro relógio, Mirkin foi cercado por quatro marginais que foram violentos e roubaram seu relógio. Agora aprendeu: comprou um relógio comum e finalmente se deu conta que na Espanha terá que se cuidar tanto quanto aqui.

As árvores de Jurerê
Rafael Costa leu ontem no DC a nota oficial da Habitasul, assinada pela filha do manda-chuva do grupo, a gaúcha Andrea Druck,  defendendo a manutenção dos seus beach clubs, que é também a vontade da maior parte da população local. Mas, como nativo de Jurerê, tendo visto de perto toda essa transformação, Rafael faz um reparo ao que disse ela, que nesse tempo todo que estão aqui transformaram o lugar em um dos mais arborizados do Brasil. "O que ela não fala é que para arborizar foram destruídas várias áreas nativas de Mata Atlântica, restinga e banhados para fazer o dito loteamento. sem contar o que já está desmarcado para mais devastação de árvores." 

Clima pesado
O que seria um ato isolado, de um momento que todos nós na vida passamos, que é um vacilo qualquer, até porque errar é humano, acabou viralizando nas redes sociais desde sexta-feira de uma forma impressionante, e generalizando, flagrante de um agente da Guarda Municipal ao volante em cima da ponte Colombo Salles fazendo uso do seu celular. Não falando, mas ledo, o que é pior. Não é justo, no entanto, que todos os colegas do referido agente paguem pelo seu erro. Mas o que se tirou desse episódio, o engenheiro José Roberto Gonçalves, o Zé Gordo, definiu muito bem no Facebook: "A intolerância com que a GM trata o cidadão e sua exposição em lugares públicos de grande circulação, no estilo marketing, criou esse desprezo por parte dos florianopolitanos à referida corporação".
Não é por falta e aviso: com uma polícia trabalhando contra a população, sem tolerância e parceria, essa cidade aqui será a pior do mundo.

Capitalismo selvagem
Paulo Ney Fraga de Sales leu  no aeroporto de Brasília, indo para Mato Grosso do Sul, esta coluna do fim de semana e comenta a nota  "Capitalismo Selvagem", que até na afável Floripa está presente com garras horríveis. "De retorno para Mato Grosso do Sul, Estado do qual me orgulho, fiquei matutando que o tal calote dos ricos no cara humilde é duro, desonesto e feio, uma espécie de bullying financeiro."

Melhor assim
Treinador Mano Menezes deixou de lado a mágoa, principalmente da imprensa, por ter sido demitido da Seleção Brasileira, para onde foi com esperança de disputar uma Copa do Mundo. Ao conquistar a Copa do Brasil pelo Cruzeiro, ser procurado pelo Palmeiras e renovar o contrato com o clube mineiro em ótimas condições, o treinador gaúcho voltou a sorrir e a brincar nas entrevistas, dando mais valor às coisas boas do presente do que as ruins do passado. No futebol, as respostas são dadas em campo. O Brasil precisa de mais alegria e menos ressentimento. Em todos os campos. Boa Mano!

Praça Esteves Jr.
A limpeza das pichações da praça Esteves Júnior foi feita após a Floram acertar com o proprietário da floricultura um termo de adoção no dia 5 de setembro, que por ocupar um espaço público tem a responsabilidade pela manutenção do entorno, já que lucra com ele. O projeto "Floripa na Praça" já possibilitou a adoção de 13 espaços públicos por entes privados em 2017 e a meta é continuar estimulando esta parceria.

Fundo do poço
A que ponto chegaram hein? Ter que torcer para a Luverdense para não cair representa o pior momento do Figueirense nos últimos 10 anos.

Acompanhe as últimas publicações do Cacau Menezes

 FOTOS: veja as imagens da coluna de Cacau Menezes desta sexta-feira

Ligação elétrica clandestina em rede da UFSC causa prejuízos à farmácia da universidade

Figueirense é condenado a pagar percentual a agenciadora por venda do atacante Clayton



 Veja também
 
 Comente essa história