Adeus ao visionário Angelo Fantin Ver Descrição/Ver Descrição

Foto: Ver Descrição / Ver Descrição

Referência em empreendedorismo e um dos pioneiros do desenvolvimento do Oeste catarinense, o industrial Angelo Fantin, 87 anos, fundador da Parati Alimentos, em São Lourenço do Oeste, faleceu sexta-feira (30) à noite, em Florianópolis e foi sepultado ontem (01) em sua cidade. Deixou legado exemplar de competência empresarial e realizações em favor do crescimento das pessoas digno de ser seguido. É inspirador neste momento em que a maioria dos brasileiros está decepcionada com alguns líderes políticos que só pensam em si.

A Parati Alimentos, fundada por Fantin em 1972 ao liderar um grupo de sócios, está presente na maioria dos lares brasileiros com diversificada linha de produtos entre biscoitos, massas, achocolatados, sucos e chás em pó, panetone e até mel de abelha do Nordeste. Além da gigante matriz em São Lourenço, com 85 mil metros quadrados de área construída, tem unidades industriais em Santa Maria, RS, e em São José dos Pinhais, Paraná.

Quando era recém formado técnico em topografia, aos 22 anos, Fantin deixou sua terra natal, Vicenza, na Itália, em função da crise do pós-guerra e veio para o Brasil em busca de oportunidades. Foi primeiro para Carazinho, no RS, para plantar trigo, mas decidiu vir para Santa Catarina e foi para São Lourenço do Oeste, hoje a cidade sede da Parati. Conheceu e casou com Ida Libardonni, filha de comerciante local, mas foi para a lavoura. Mais tarde, aproveitou oportunidade tributária em 1972 para criar a Parati, que utilizava farinha de trigo de moinho da família da esposa. Mais tarde, os Libardoni fundaram também a indústria de massas e biscoito Casaredo, que junto com a Parati integra um dos maiores polos de produção de biscoitos do país. Pelo fato de São Lourenço ser uma cidade pequena, Fantin liderou muitos pleitos em favor da cidade. Lutou para que a Copel instalasse energia elétrica, para que a cidade tivesse a primeira agência bancária e, mais recentemente, continuou se associando a outros empreendedores locais para construir o Hotel Poente e a Laticínios Lorenzo, para agregar valor à produção de leite.

Morre, aos 87 anos, o empresário Angelo Fantin, fundador das indústrias Parati

 

Projetos sociais

Convictos de que o esporte melhora a vida das pessoas e sua integração social, Angelo Fantin (foto) e a esposa Ida fundaram em 1995 o projeto Bom de Bola, no qual já participam milhares de crianças e jovens de SC, PR e RS. Dona Ida criou os projetos Bom de Ler e Música no Parque. O industrial disse ao DC em 2009 que a responsabilidade social da Parati é como uma metade inseparável da sua prática empresarial, em busca da excelência em todos os sentidos: humano, social e ambiental.

Razões do sucesso de Parati

Uma marca com ilibada reputação no mercado em função da qualidade, equipe competente e unida, e investimentos permanentes na empresa. Essas são as principais razões do sucesso da Parati Alimentos, segundo o diretor financeiro da companhia, Aldair Siliprandi Machado.

Segundo ele, Angelo Fantin era um líder com capacidade de dizer, em poucas palavras, o que cada integrante da equipe precisava fazer. Era um lorde no tratamento com todas as pessoas, não levantava a voz. Seu filho, Mauro Fantin, segue esse exemplo.

Leia as últimas notícias

 Veja também
 
 Comente essa história