A Capital catarinense é a única do Brasil que não detém o maior PIB municipal do Estado. Aqui, Florianópolis fica em terceiro lugar, atrás de Joinville e Itajaí. Isso é destaque em levantamento do IBGE sobre a participação dos municípios na riqueza do país. De 2002 para 2015 as capitais tiveram uma redução de 36,1% para 33,1% . As cidades do interior cresceram de 63,9% para 66,9% do PIB no mesmo período. Joinville é forte pela indústria, e Itajaí, pelo setor portuário. 

Acompanhe as publicações de Estela Benetti

Leia também: 

Informação de que o TJ-SC receberia R$ 479 milhões agitou as redes sociais

Indústria está otimista para 2018, mas riscos políticos preocupam 

Empresa catarinense desenvolve sistema de recarga rápida para veículos elétricos


 Veja também
 
 Comente essa história