Catarinense vai atuar como juiz auxiliar na presidência do CNJ Piero Ragazzi/Agencia RBS

Foto: Piero Ragazzi / Agencia RBS

O juiz catarinense Alexandre Karazawa Takaschima foi convocado pela presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, para atuar como juiz auxiliar da presidência do Conselho Nacional e Justiça (CNJ), também por ela presidido. Trabalhará no Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas (DMF). 

O anúncio foi feito no STF, durante a instalação do Fórum Nacional da Infância e da Juventude. No CNJ, Takaschima atuará ao lado do também juiz catarinense Márcio Schiefler Fontes, responsável pelo projeto do Cadastro Nacional de Presos e integrante do Conselho Nacional dos Direitos Humanos.

Porto muda
Governo do Estado encaminha na próxima semana à Assembleia Legislativa projeto de lei que extingue a autarquia gestora do porto de São Francisco do Sul. Proporá a criação de uma Sociedade de Propósito Específico, subsidiária que atuará junto à SC Participações, gestora do porto de Imbituba. Os servidores atuais serão mantidos sem alteração na remuneração, segundo o governo. A mudança é uma exigência da União.

Violência
O aumento da criminalidade e da insegurança em Florianópolis não se registra apenas na chacina desta semana na Costeira, revelando conflitos sangrentos entre grupos ligados ao tráfico de drogas. As estatísticas falam por si. 

A Capital teve 45 homicídios em 2014, 51 em 2015 e 79 em 2016. No período entre 1º de janeiro e 6 de abril, foram anotados 12 vítimas fatais em 2014, 8 em 2015, 21 em 2016 e – pasmem – 56 homicídios este ano, segundo a estatística oficial. Somando mortes em confronto com a polícia e feridos que acabam morrendo no hospital, este número pula para 63.

Acompanhe as publicações de Moacir Pereira

PT realiza eleição de novos dirigentes em Santa Catarina

Sucesso na escala de navio promove festa do turismo em Balneário Camboriú 

Ministro da Agricultura participa da Festa Nacional da Cebola em Ituporanga


 DC Recomenda
 
 Comente essa história