Os números apresentados pelo governo do Estado durante o lançamento da Operação Veraneio causaram espanto em especialistas que trabalham com turismo. Caso se confirme a previsão oficial, SC receberá mais de oito milhões de pessoas durante a temporada. Isso equivale a 17,6% a mais do que toda a população catarinense, 6,8 milhões de habitantes segundo o IBGE. Toda a rede hoteleira no litoral, incluindo Joinville, possui 130 mil leitos. Como dois corpos não ocupam o mesmo espaço, regra básica da Física, fica a impressão de um otimismo exagerado dos políticos. Ou, como definiram alguns entrevistados, estão "chutando alto".

Santa Catarina se prepara para a chegada de mais de 8 milhões de turistas

Aliás
SC é um dos únicos destinos turísticos sem pesquisa oficial do Ministério do Turismo. Ao menos não aparece no site. A própria Santur está com uma estrutura mínima, sem dinheiro até para participar de feiras, o que só reforça a desconfiança dos dados por falta de estudos detalhados. A previsão do crescimento de 30% é basicamente empírica, baseada na experiência. Claro que existem motivos para acreditar numa senhora temporada, principalmente por causa do dólar alto, mas oito milhões é gente que não acaba mais. Ou não?

Vale por dois
A Secretaria de Segurança Pública também prometeu deslocar 7,9 mil homens para trabalhar no litoral durante a Operação Veraneio. Considerando que A PM tem 11 mil homens e a PC 3 mil policiais, seria praticamente 50% de todo o efetivo das forças de segurança. Isso numa conta simples, porque descontando-se as folgas e o pessoal do trabalho burocrático, são pouco mais de dois mil PMs por dia nas ruas de SC e, pasmem, apenas 200 policiais na atividade fim que é investigação. Mesmo somando todos os 1.236 guarda-vidas civis e 300 bombeiros militares, só mesmo com muito boa vontade para chegar perto do número mágico de 8 mil homens.

Leia as últimas notícias
DIÁRIO CATARINENSE
 DC Recomenda
 
 Comente essa história