O Ministério Público estadual abriu inquérito civil para apurar possíveis irregularidades ocorridas na emissão de alvarás por parte do ex-secretário José Carlos Rauen, do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, e do ex-secretário adjunto Fabio Ritzmann, conforme consta no relatório final da CPI dos Alvarás, realizada na Câmara de Florianópolis. O MPSC solicitou cópias dos autos da CPI para iniciar as investigações. A ação reafirma o trabalho realizado no Legislativo municipal.

Leia as últimas notícias

 DC Recomenda
 
 Comente essa história