Agentes que trabalham na segurança da exposição de Miró, no Masc, protocolaram denúncia no Ministério do Trabalho contra a empresa contratante. Reclamam que não estão recebendo vale transporte e sem carteira assinada. Todo a estrutura de serviço é bancada pela curadoria, sem dinheiro do Estado.

Leia as últimas notícias

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história