Estrutura da Antonieta de Barros será recuperada e utilizada para a Escola do Legislativo Betina Humeres/Agencia RBS

Foto: Betina Humeres / Agencia RBS

Quase nove anos depois de fechar as portas da Escola Estadual Antonieta de Barros, no Centro de Florianópolis, finalmente chegou-se a uma solução para recuperar a estrutura que segue completamente abandonada. Foi publicado no Diário Oficial do Estado o termo de cessão do edifício para a Assembleia Legislativa. O acordo prevê que a Alesc assumirá a reforma e depois irá transferir para lá a Escola do Legislativo, que hoje funciona num prédio alugado na Hercílio Luz, ao custo de R$ 30 mil mensais.

Aliás
Outra boa notícia é que o programa Antonieta de Barros, carro-chefe da Escola do Legislativo e que investe na formação de jovens aprendizes de comunidades carentes, passará a contar com mais salas para ampliar o número de vagas. É a Antonieta abraçando o Antonieta.

Panos quentes
Diante da forte repercussão negativa entre seus pares, o deputado Nilson Gonçalves (sem partido) procurou minimizar o teor da mensagem enviada a um grupo de parlamentares sobre a aprovação da admissibilidade da PEC 5/2015, divulgada ontem por este colunista. Em nova mensagem ao mesmo grupo de whatsapp, Gonçalves pediu desculpas aos colegas, reclamou do vazamento e disse que a suposta cobrança de até 30% sobre o valor de emendas destinadas a prefeituras foram "insinuações" que ouviu em 1999, quando assumiu seu primeiro mandato. Mesmo com as explicações, muitos deputados não escondiam a indignação com o colega. Não se descarta, inclusive, representar o parlamentar na comissão de ética da Casa.

Outro lado
No gabinete do deputado que ocupa uma cadeira da bancada tucana, pois ficou como suplente do PSDB na última eleição, comenta-se que existe um movimento para desgastá-lo exatamente por ter saído da legenda.

Acompanhe as últimas publicações de Rafael Martini 

Moradores se mobilizam contra poluição na Lagoa de Garopaba

Mensagem atribuída a deputado provoca polêmica na Assembleia Legislativa

Em meio a guerra urbana, secretário de Segurança Pública solta pérola do ano 

 DC Recomenda
 
 Comente essa história