SSP esperou chegar a 101 mortes violentas na Capital para anunciar força-tarefa Ricardo Wolffenbüttel/Agencia RBS

Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Agencia RBS

Foi preciso chegar ao número recorde de 101 mortes violentas em Florianópolis para o prefeito falar em Plano Municipal de Segurança e o secretário de Estado da Segurança Pública anunciar uma força-tarefa. No quesito combate à criminalidade, poderiam falar menos a trabalhar mais.

Enquanto isso...
Uma audiência pública realizada nesta quinta à tarde pela Comissão de Defesa do Consumidor, Direitos Humanos e Segurança Pública da Câmara de Florianópolis discutiu a falta de efetivo da Guarda Municipal. Atualmente, 70 concursados aprovados aguardam o chamamento. Criada há 11 anos, a Guarda Municipal tem 168 pessoas, sendo que o ideal seria em torno de 700.

Boas notícias
O lixo hospitalar acumulado no Centro de Saúde do Bairro Trindade, conforme revelou esta coluna, foi retirado do local quinta mesmo com a promessa de que o problema não irá mais se repetir.

Aliás
O posto de atendimento aos turistas no Mercado Público também foi reaberto. Funcionará de segunda a sexta-feira, mas ideal seria oferecer atendimento também ao sábado pela manhã, quando o mercado bomba.

Fato relevante
A Companhia Habitasul de Participações comunicou oficialmente ao mercado as condenações impostas pela Justiça Federal de Florianópolis na semana passada pela Operação Moeda Verde. Diz a nota que a referida sentença atribuiu penas restritivas de liberdade e multas a diretores, ex-diretores e gerentes da Controlada, multas a companhia e sua controlada, perda em favor da União e demolição do Empreendimento Il Campanário, em Jurerê Internacional. E reafirma absoluta convicção na reversão da decisão nos tribunais superiores. O chamado fato relevante atende instrução da Comissão de Valores Mobiliários, fixando as regras para empresas de capital aberto.

Condenação exemplar
O médico Omar César Ferreira de Castro, condenado nesta quinta a 62 anos por crimes de estupro e abuso de pacientes, já estava preso desde o ano passado no Presídio de Florianópolis. Por conta do curso superior tem direito a uma cela, digamos, melhorzinha. E passa os dias prestando atendimento médico aos outros detentos. Para o advogado Francisco Ferreira, que atuou em favor de algumas das vítimas como assistente da acusação, ainda que o caso mereça o máximo rigor, a pena aplicada pode ser considerada exemplar. Cabe recurso da decisão da 3ª Vara Criminal da Capital.

Acompanhe as últimas publicações de Rafael Martini 

Exposição com imagens da flora e fauna da Bacia do Paraná será aberta em Florianópolis

Lideranças de SC pedem prorrogação de licitação para trapiche do bairro João Paulo

Diretor da empresa que vai administrar o aeroporto Hercílio Luz apresenta projetos na Capital


 Veja também
 
 Comente essa história