Após três anos de insegurança jurídica, Florianópolis tem novamente um Plano Diretor Cristiano Estrela/Agencia RBS

Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS

Após mais de três anos de judicialização, Florianópolis pode enfim dizer que possui um Plano Diretor, o 482/2014. Nesta terça, aos 49 minutos do segundo tempo, o município conseguiu reverter num agravo em recurso especial no Superior Tribunal de Justiça as inúmeras derrotas que havia sofrido desde a primeira instância. Em resumo, os ministros do STJ entenderam que ao fim e ao cabo é papel do município, mais espeficamente do instituto de planejamento, conduzir a elaboração do Plano Diretor. Desde, claro, que com participação de entidades representativas e especialmente do Núcleo Gestor. Ou seja, na prática foram três anos insegurança jurídica para a cidade.

Enquanto isso...
A Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura, seccional SC, comemora decisão do STJ, que derrubou a obrigatoriedade de revisão do Plano Diretor de Florianópolis e julgou ilegítima a intromissão do Ministério Público Federal no processo. Segundo Tatiana Filomeno, presidente da entidade, há muito o que lamentar. "Foram três anos de discussões jogados fora, quando poderíamos ter feito muito mais pela cidade", argumenta.

Fundo do mar
O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, recebeu o estudo de batimetria contratado pela Secretaria Estadual de Infraestrutura para que Florianópolis possa receber navios de cruzeiro no norte da Ilha. O secretário Luís Fernando Cardoso, o Vampiro, e o gerente de Infraestrutura Aquaviária, Mané Ferrari, entregaram o documento junto com a autorização da Marinha para uma escala teste de um transatlântico. Agora, a prefeitura aguarda autorização da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), para realizar a primeira escala teste de cruzeiro na cidade. 

A vez dos praças
Condições de trabalho, saúde e a carreira de policiais e bombeiros militares que atuam na linha de frente no combate à violência em todo país e o atual modelo de segurança pública brasileiro são temas em debate no maior encontro nacional de representantes da categoria, o 13º Encontro Nacional de Entidades Representantes de Praças (Enerp) . O evento ocorre de quarta a sexta-feira no hotel Maria do Mar, no bairro João Paulo. 

A propósito
Qual a justificativa para o preço da gasolina aumentar quase 20% nas bombas de Florianópolis nesta terça. 

Acompanhe as últimas publicações de Rafael Martini

Detentos da Penitenciária Industrial de Joinville escrevem livro sobre o cárcere 

Convite de Bolsonaro a Prates movimenta tabuleiro e repercute no país

Defensor da lei de abuso de autoridade, advogado Kakay realiza conferência na UFSC

 Veja também
 
 Comente essa história