José Nei Ascari é empossado conselheiro do TCE Hélio dos Santos / Divulgação, TCE/Divulgação, TCE

Logo após a aprovação em plenário da indicação, Ascari renunciou e foi empossado no TCE pelo presidente Dado Cherem

Foto: Hélio dos Santos / Divulgação, TCE / Divulgação, TCE

José Nei Ascari acordou deputado estadual e vai dormir conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). A indicação de seu nome pelo governador Raimundo Colombo (PSD) para substituir o conselheiro Júlio Garcia, que se aposentou na segunda-feira, foi aprovada com 31 votos favoráveis pela Assembleia Legislativa na tarde desta terça-feira. 

Em seguida, Ascari assinou o termo de renúncia ao mandato de deputado estadual, atravessou a Praça Tancredo Neves em direção à sede do TCE, onde foi empossado em uma discreta cerimônia pelo presidente Dado Cherem. 

Durou menos de 48 horas toda a articulação que consistiu no pedido de aposentadoria de Júlio Garcia, no ofício de Colombo à Alesc indicando Ascari para seu lugar, a instalação de uma comissão para analisar o candidato, a sabatina do futuro conselheiro, a aprovação do relatório da comissão e a votação em plenário.

—  É mais um momento marcante na minha vida pública e me sinto muito honrado com a indicação do governador e a aprovação da Assembleia. Confesso que não se trata de uma decisão fácil, refleti muito nos últimos dias, afinal de contas são 25 anos de vida pública, mas todos somos movidos, de alguma forma, a novos desafios — disse Ascari em seu discurso de despedida na Alesc.  

Leia mais
Ascari: "Não tenho nenhum processo tramitando que desabone a conduta pessoal"
Aprovado em sabatina, Ascari deve ser confirmado para vaga no TCE nesta quarta
A volta de Júlio Garcia para a política partidária catarinense

 Veja também
 
 Comente essa história