Foto: Charles Guerra

Mais de 29 milhões de brasileiros declaram imposto de renda todos os anos. Porém, apenas 1% deste total sabe que todo o contribuinte que optar pela declaração Modelo Completo pode utilizar até 6% do valor do imposto devido como incentivo fiscal a projetos de diversas naturezas, entre eles a cultura, por meio da Lei Rouanet. Ou seja, em vez de pagar integral e diretamente ao governo federal, pode doar uma parcela deste dinheiro para ajudar a manter algum projeto cultural importante da sua cidade ou região. Esta ação é chamada de mecenato. Mas é preciso ficar atento aos prazos: as doações podem ser realizadas até o dia 29 de dezembro deste ano.

Acompanhe as colunas de Viviane Bevilacqua

Entre os projetos que podem ser beneficiados está a nossa Camerata Florianópolis, cujo trabalho e qualidade dispensam apresentações. É uma instituição genuinamente catarinense, que há 24 anos sobrevive, principalmente, da bilheteria dos espetáculos. O grupo desenvolve vários projetos importantes na Grande Florianópolis e também no interior do Estado, levando a cultura musical a muitos locais e descobrindo novos talentos. Quem acredita que a (boa) música é importante na formação do ser humano e no desenvolvimento de uma sociedade e quer ver a Camerata crescer cada vez mais, destacando Santa Catarina no cenário cultural brasileiro, pode se informar melhor sobre como fazer esta doação por meio da Lei Rouanet, no site www.camerataflorianopolis.com.br.

A Camerata precisa da ajuda de toda a sociedade, a exemplo das grandes orquestras do mundo. Boa parte do trabalho de democratização do acesso a espetáculos de música erudita coordenado pelo grupo desde 1999, foi realizado por meio de patrocínios de empresas e pessoas físicas. Durante este tempo todo foram promovidos centenas de  concertos de música erudita com entradas a preços populares, ou até mesmo gratuitos. Não podemos esquecer também das ópera, tanto em teatros quanto em pequenos palcos improvisados nas comunidades carentes, além da série ''Concertos nas Comunidades'', que já levou mais de 200 concertos da orquestra a todos os cantos da Grande Florianópolis.

A Camerata desenvolve também programas de ensino de música para crianças e jovens carentes de diversas cidades catarinenses, como os projetos ''Educando com Música'' e ''Música e Cidadania''. As doações possibilitaram ainda diversas turnês por Santa Catarina, outros estados brasileiros e até mesmo países da Europa, incluindo cidades com baixo IDH e que nunca haviam recebido um concerto deste gênero artístico. Sem esquecer, também, a gravação de CDs e DVDs, entre tantas outras atividades, todas elas de grande relevância cultural. Informações de como ajudar: www.camerata.johanna@gmail.com ou fone (48) 3233-2324.

Leia as últimas notícias do Diário Catarinense


 Veja também
 
 Comente essa história