Foto: Divulgação

Esta história quem me contou foi uma amiga. Achei tão bonita, inspiradora e pouco comum, que resolvi contar para vocês também. Luíza Gonçalves, de 8 anos, foi até o shopping em Balneário Camboriú encomendar para o Papai Noel o seu presente de Natal.  Queria uma boneca LOL, febre entre as garotinhas este ano. Mãe e filha foram em todas as lojas, mas o brinquedo simplesmente sumiu das prateleiras. Enquanto passeavam pelos corredores, passaram em frente à livraria Catarinense, e logo uma pilha de livros chamou a atenção de Luíza. Ficou encantada quando leu o título: Decifrando o passado – O Egito antes dos Faraós. Imediatamente, disse à mãe que queria trocar seu presente de Natal. Em vez da boneca, preferia aquele livro grande, de letras douradas e com uma pirâmide e uma esfinge na capa. _ Eu adoro ler, e quero aprender cada vez mais _, contou.

Acompanhe as colunas de Viviane Bevilacqua

Entraram na loja, e o vendedor informou que o autor, Amir El Haje, estaria dois dias depois ali, para uma sessão de autógrafos.

_A Luíza desistiu de ir à aula de patinação, que adora, e nem quis mais ver o desfile do caminhão do Papai Noel na Avenida Atlântica. Até dava tempo de fazer tudo, mas ela ficou muito ansiosa, queria conhecer o escritor e tirar fotografias com ele _ contou a mãe, Maristela Pedrosini, que trabalha com banho e tosa de cachorros. O pai, Rodrigo Gonçalves, que é caminhoneiro, também estaria de folga. Orgulhoso, conta que levou a família para conhecer o escritor.

_A gente não teve essa oportunidade, mas ela gosta muito de ler e nós incentivamos.

 Na sessão de autógrafos, Luíza esperou pacientemente a sua vez na fila. 

_ Eu percebi aquela família, mas não imaginei que tinham vindo por iniciativa da criança. Estou emocionado com essa história _ comentou Amir El Haje, que quando soube do interesse da menina, fez questão de conversar com ela e tirar várias fotos. 

Luíza, que está terminando o 2º ano em uma escola estadual, recebeu o livro com o autógrafo (antes, salientou que o Luíza era com Z , posou para fotos  com Amir El Haje e foi para casa feliz, abraçada ao livro. Antes de sair, falou ao vendedor da livraria que iria voltar mais adiante para comprar o livro anterior do autor, Jerusalém Cidade da Paz. Mas talvez não precise. Papai Noel deve ter ouvido isso e, quem sabe, fará a surpresa de levar esta outra obra junto com a bonequinha que, certamente, vai deixá-la  ainda mais feliz no Dia de Natal.

Leia as últimas notícias do Diário Catarinense

Foto: Divulgação


 Veja também
 
 Comente essa história