A Escola Básica Municipal Professora Herondina Medeiros Zeferino, nos Ingleses, tem utilizado o aplicativo Remind com a intenção de melhorar e acelerar a comunicação com as famílias. O aplicativo é gratuito e está disponível na Play Store de celulares android e também pode ser acessado de computadores e tablets. No site da escola está disponível um passo a passo de como fazer a instalação do aplicativo no celular: www.escolaherondina.net.

O cadastro é simples e após a instalação, os familiares recebem mensagens que são encaminhadas pelo estabelecimento de ensino. O diretor da escola, Willian Marques Pauli, é o responsável pela iniciativa do uso do aplicativo e ajuda a encaminhar os informativos no Remind.

Willian explica que a ideia surgiu ainda em 2015 com o objetivo de utilizar a tecnologia a favor da comunicação entre a escola e famílias. ¿Essa comunicação é uma problemática para a maioria das escolas. Pensamos inicialmente em utilizar o WhatsApp, mas um colega da escola apresentou o Remind, que é na verdade um aplicativo voltado para instituições de ensino¿. 

O diretor salienta que o aplicativo tem muitas outras funcionalidades que podem ser exploradas pelas escolas e de forma gratuita. A escola consegue divulgar atividades, calendário escolar, horário das aulas, eventos e muitas outras informações para 300 pessoas de forma instantânea.

"Acho que o aplicativo é interessante para encaminhar aos pais os comunicados da escola, quando os filhos esquecem de mostrar os bilhetes em papel, por exemplo. Então recebemos as informações automaticamente no celular". A opinião é de Sandra Bertoldo, mãe do estudante Davi Bertoldo, que está no sétimo ano, turma 74.

Dos 300 que já participam do projeto, 250 são familiares e os demais são professores e lideres estudantis de turmas. 

A iniciativa é fantástica, frisa o secretário de Educação de Florianópolis. ¿Proporciona contato imediato com pais, mães e responsáveis pelas crianças, além de reduzir o número de impressões em papel¿, diz Maurício Fernandes Pereira.

 DC Recomenda
 
 Comente essa história