Música sempre fez parte da vida de Cristine Sieben. A mãe, Martha Sieben, já falecida, era formada em acordeon pelo Conservatório de Música Palestrina, em Porto Alegre. Nascida e criada na cidade na capital gaúcha, canta desde os 10 anos de idade. Participava de um grupo com a irmã e uma amiga e se apresentavam em eventos da escola.

Cristine veio pra Florianópolis há 19 anos e acabou priorizando os estudos, o trabalho, e mais tarde o casamento e a família. Por isso, afastou-se por um tempo da música.

Retomou a prática do violão há uns oito anos e, trabalhando como professora de educação infantil, trouxe o instrumento como aliado nas propostas pedagógicas.

Aos 54 anos, Cristine conta que tem preferência pela música MPB e por algumas americanas, como pop e rock. Chegou até a compor músicas para o público adulto, com temas românticos e políticos. Atualmente, porém, está focada em compor músicas infantis e aproveitando essa inspiração.

Cantando o Mundo

A professora, então, criou o projeto Cantando o Mundo para as crianças da unidade onde está lotada, o Núcleo de Educação Infantil Municipal (NEI) Gentil Mathias da Silva, nos Ingleses, ligado à Secretaria de Educação.. O objetivo é proporcionar o contato e a experiência com a linguagem sonora, criando condições para que a criançada possa refletir e entender o mundo através da música.

¿É unânime o gosto pela sonoridade, melodia e ritmos, levando em consideração o prazer, a alegria, a tranquilidade que a combinação harmoniosa e expressiva de sons proporciona, pois é o um sentido que se forma desde a gestação¿, afirma a professora auxiliar.

Segundo ela, além da descontração, as canções ajudam a melhorar o vocabulário, o desenvolvimento da fala, o autocontrole, a orientação espacial e temporal e a coordenação motora.

Todas as músicas trabalhadas com as crianças são de autoria de Cristine, com temas diversos, como meio ambiente, valores de convivência e assuntos que envolvem o cotidiano infantil. ¿Acho a música uma importante ferramenta para transformar a sociedade, e desta forma plantar uma sementinha para contribuir com um mundo melhor¿, relata Cristine.

Tartaruga, cuidado!

Entre alguns títulos do repertório estão ¿Tartaruga, cuidado!¿; ¿Vitamina D¿; ¿Mundo Colorido¿; ¿Amor de Bumerangue¿; ¿Areia¿; e ¿A Onda¿. Segundo Cristine, os pequenos já estão bem envolvidos com as melodias e alguns já decoraram e até cantarolam alguns trechos de música durante as brincadeiras livres no parque.

O projeto Cantando o Mundo foi construído especificamente para os grupos de crianças de quatro a seis anos do NEI Gentil Mathias da Silva. Porém, a professora gostaria de estender a iniciativa para outras unidades da rede municipal de ensino.

De acordo com o secretário de Educação Maurício Fernandes Pereira, introduzir a música na educação das crianças desde a primeira infância é essencial para o aprendizado. ¿A criança que vive em contato com a música aprende a conviver melhor com outras crianças, estabelecendo uma comunicação mais harmoniosa. A música tem o dom de aproximar as pessoas¿.

Álbum em produção

No momento, Cristine está trabalhando na gravação de um CD com o maestro Luís César Aguiar, mais conhecido como Luca, que se interessou em fazer os arranjos gratuitamente. ¿Luca está fazendo pela música e acredita que o mercado necessita de outras opções para as crianças¿, conta a professora. O CD no momento possui dez faixas e ainda não tem data de lançamento.

A professora também participa dos eventos que o regente produz uma vez por mês em Canasvieiras, juntamente com a esposa Ana Luiza Brasil, chamado Quintall.

 DC Recomenda
 
 Comente essa história