Para que os estudantes da rede pública estadual de Santa Catarina possam fazer melhores escolhas na hora de se alimentar, a Secretaria de Estado da Educação (SED), em parceria com as empresas Nutriplus e Risotolândia, desenvolve o projeto Escolha Certa, que orienta sobre a produção de diversos alimentos e ensina a diferenciar produtos in natura, processados e ultraprocessados.

Para o diretor de Articulação com os Municípios da SED, Osmar Matiola, a ideia dos projetos é levar os hábitos para além da escola. “A cada ação voltada à alimentação buscamos incentivar o consumo de alimentos naturais e menos industrializados e que os estudantes levem os costumes para a família também”, enfatiza.

Durante o segundo semestre deste ano, nutricionistas das empresas que fornecem as refeições escolares farão atividades no período de recreio para explicar a diferença dos vários grupos de alimentos e como os alunos podem equilibrar a alimentação incluindo opções mais saudáveis no cardápio.

“Nós entendemos que essa iniciativa é fundamental para as crianças e adolescentes em idade escolar, pois nessa fase de desenvolvimento eles precisam estar bem nutridos para brincar e estudar”, afirma a nutricionista Renata Maluly da Risotolândia, que atende 429 escolas do estado. “Estudos comprovam que a alimentação interfere diretamente no processo cognitivo dos jovens, isso significa que ingerir mais vegetais, frutas, peixes, grãos e cereais proporciona melhor capacidade de aprendizagem”.

Antônio Valini, gerente de comunicação da Nutriplus, empresa que fornece refeições para alunos de 570 escolas catarinenses, acredita que o grande vilão da alimentação são os produtos industrializados, amplamente divulgados na mídia com mensagens equivocadas. “Nosso papel é levar informação aos estudantes para que eles possam fazer as próprias escolhas com base em um conhecimento de qualidade, repassado por profissionais”.

Grupos de alimentos apresentados aos estudantes:

In natura: alimentos obtidos diretamente de plantas ou animais

Minimamente processados: alimentos in natura que passam por algum processo de limpeza, moagem e secagem;

Processados: alimentos in natura que recebem a adição de sal, açúcar, óleos ou outras substâncias fabricadas pela indústria para tornar o paladar mais agradável; 

Ultraprocessados: alimentos feitos inteiramente pela indústria ou, em sua maioria, feitos com açúcar, gorduras (hidrogenadas e trans) ou até mesmo produzidos em laboratório (corantes e aromatizantes).


 Veja também
 
 Comente essa história