Todos os truques para fazer uma bela feijoada em casa Felipe Carneiro/Agencia RBS

Receitas mais robustas combinam com o clima mais frio

Foto: Felipe Carneiro / Agencia RBS

A estação mais fria do ano se aproxima e, com ela, a temporada de pratos mais robustos na mesa, entre eles a feijoada.

Algumas fontes relatam que o suculento prato nasceu durante a Idade Média, no Norte de Portugal, e foi adaptado aos ingredientes brasileiros, na vinda dos colonizadores.

Outros acreditam que este guisado de feijão com carne foi uma invenção dos escravos, que recebiam as partes menos nobres dos porcos e misturavam ao grão - uma explicação, porém, errônea.

- Ao contrário do que muitos pensam, a feijoada não tem origem nos escravos. Ao longo de muito tempo, passou por diversas adaptações até chegar no que conhecemos hoje. Seu preparo foi influenciado pelas técnicas dos cozidos europeus aliados com ingredientes africanos. Portanto, nada mais é do que um prato multicultural, assim como o Brasil - explica o professor de Gastronomia do Senac/SC Henrique Cortat.

Veja lugares para curtir uma bela feijoada em Floripa

No livro Farinha, Feijão e Carne-Seca - Um Tripé Culinário no Brasil Colônia, Paula Pinto e Silva acrescenta que cabeça, rabos e patas eram iguarias disputadas até na mesa dos senhores da época.

Acompanhe mais notícias do DC sobre Estilo de Vida

Diminuição da gordura
é tendência nos menus


A chef Kitty Assis, do Maria do Mar, passou a utilizar o porco light na receita da feijoada
Foto: Felipe Carneiro/Agência RBS

Fato é que, independente da origem, de lá pra cá o prato ganhou status, tornando-se um símbolo da culinária brasileira e que ganha novos "toques" para se tornar mais saudável, principalmente no Sul do país. A chef Kitty Assis, do hotel Maria do Mar, serve o prato há 32 anos no local e afirma que a tendência é fazê-lo mais leve, porém igualmente saboroso.

- Os tipos de feijoada que servimos são preparados com o chamado porco light, que tem redução na gordura. Porém, o sabor permanece inalterado. Também oferecemos a feijoada vegetariana - destaca Kitty.

Ao contrário do que muita gente imagina, a receita é fácil de fazer e rende muito, só exige um pré-preparo trabalhoso e essencial: o dessalgue correto das carnes com a troca da água de duas em duas horas pelo período de 12 horas.

Rica Cubas, chef do Restaurante Z Perry (Rede Bragança), do hotel Jurerê Beach Village, diz que outra opção é reaproveitar o churrasco do dia anterior no preparo do feijão, o que garante um gosto especial e sem a necessidade do demorado dessalgue. O cozinheiro também é adepto da leveza no preparo:

- Muitos fritam as carnes antes de acrescentá-las ao feijão, deixando-o muito gorduroso e pesado. O ideal é apenas cozinhar as carnes junto com o feijão e acrescentar ao final os legumes, como cenoura, repolho e batata, que absorvem a gordura e ainda ajudam na digestão - sugere.

Preguiça de cozinha

O prato é ideal para uma reunião informal e alegre. Reunimos abaixo diversas receitas para organizar um delicioso almoço à brasileira. Mas se bater a preguiça de cozinhar, conheça alguns points da Capital para um sábado movido a caipirinhas e uma boa feijoada:

Feijoada do Jurê* - Spazzio Jurerê Internacional, Av. dos Búzios, 1.800/(48) 3282-1597/R$ 52
Ataliba - Rod. SC-401, 3.008, Saco Grande/(48) 3333-0990/ R$ 88 (acompanha o rodízio de carnes)
Canto do Noel - Av. Tiradentes, 186, Centro, Florianópolis/ (48)3225-8821/
Hotel Maria do Mar - Rod. João Paulo, 2.285, Saco Grande/(48) 3238-3009/R$ 68
Jurerê Beach Village - Alameda César Nascimento, 646, Jurerê, (48) 3261-5100/ R$ 50
Lindacap - Rua Felipe Schmidt, 1162, Florianópolis/ (48) 3222-4002/ R$ 69

*A feijoada do Jurê, que tradicionalmente é servida aos sábados, nesse final de semana entrará em cena no domingo (25). Isso acontece porque o Spazzio Jurerê Internacional estará com o cardápio focado no atendimento dos atletas do Ironman, que estão na cidade desde terça-feira. Assim sendo, domingo, a partir das 12h, o Jurê está de portas abertas para receber o friozinho e, com ele, as pessoas que vão saborear a feijoada e seus deliciosos acompanhamentos, ao som de chorinho e samba raiz de Rachel Barreto e convidados. 

Receitas

Feijoada básica

A receita básica de feijoada leva duas xícaras (chá) de feijão-preto, 500g de carne-seca e 400g de paio, que servem até seis pessoas. Incremente com cerca de 100g de cada ingrediente: lombo, costelinha, orelha, pé e rabo de porco.

Dicas de preparo

- Cada carne tem um tempo de preparo, por isso deve ser cozida em panelas separadas.
- O cozimento das carnes deve ser finalizado dentro das porções de feijão e, ao final, devem ser unidas para dar gosto.
- Se usar carnes salgadas, como lombo e carne-seca, lembre-se que é preciso dessalgá-las antes de acrescentá-las à receita: lave-as e deixe-as de molho durante 12 horas, trocando a água de duas em duas horas.
- Caso queira acrescentar outros ingredientes, como linguiça, lombo, costelinha, orelha, pé e rabo de porco, não os misture à receita básica. Sirva-os à parte, pois nem todos os convidados gostam das carnes mais gordurosas.
- Na hora de selecionar o feijão, opte pelo grão que esteja com a casca bem brilhante e não murcha.
- Acompanhamentos certeiros: arroz, farofa, vinagrete, molho de pimenta, couve refogada, banana à milanesa e fatias de laranja.
- Na feijoada vegetariana é possível usar qualquer tipo de feijão ou outros grãos como: fava, grão de bico e lentilha. Também pode-se variar os vegetais, como vagem, nabo, abobrinha, berinjela, couve-de-bruxelas, pimentão, repolhos, folhas de espinafre (junte cinco ou seis folhas e trespasse com ramos de tomilho ou alecrim, para que não se perca no feijão).
- As bebidas ideais para acompanhar a feijoada são: caipirinhas com frutas variadas e cerveja, mas devem ser consumidas com moderação.

>> Assista ao vídeo de Kity Assis com mais algumas dicas

Receitas

Feijoada completa

Ingredientes

• 400g de charque
• 400g de costela de porco defumada
• 1 pé de porco salgado
• 1 rabo de porco salgado
• 200g de orelha de porco salgada
• 300g de lombo de porco salgado
• 2 paios
• 250g de linguiça de porco grossa
• 100g de bacon
• 1kg de feijão preto
• 3 folhas de louro
• 1 limão
• 400g de cebola bem picadinha
• 200g de alho picado
• 1 xícara de óleo

Modo de preparo

1. Lave bem as carnes salgadas, tirando o excesso de gordura.
2. Deixe de molho em água fria de um dia para o outro, trocando a água pelo menos duas vezes.
3. Escolha e lave o feijão, e coloque de molho por cerca de 6h, para deixá-lo mais macio.
4. Ferva as carnes salgadas por cerca de 20min, para retirar o excesso de gordura.
5. Ferva o pé e o rabo, separadamente, com o limão partido ao meio.
6. Coloque o feijão para cozinhar, junto com as folhas de louro e as carnes.
7. Acrescente água quente sempre que necessário, tendo o cuidado de manter as carnes completamente cobertas pelo caldo.
8. À parte, aqueça um fio de azeite e refogue a cebola e o alho.
9. Quando os grãos de feijão estiverem macios, acrescente o refogado de cebola e alho e tempere a gosto.
10. Retire uma concha cheia de grãos e amasse com o garfo até obter uma pasta e volte a juntar à feijoada, deixando cozinhar mais um pouco.

Feijoada Vegetariana
Chef Kitty Assis, Hotel Maria do Mar


Na vegetariana, é possível trocar o feijão por outros grãos como: fava, grão de bico e lentilha
Foto: Carlos Silva/Divulgação

Ingredientes

500g de feijão branco ou mulatinho
4 talos de aipo, cortado em cubos pequenos
1 cebola média cortada em cubos
2 dentes de alho picados
2 pimentas tipo dedo-de-moça (ou qualquer outra)
3 folhas de louro
2 blocos de tofu defumado, cortado em pedaços de 3 x 3 cm
300g de cenoura cortada em pedaços de 5 cm
300g de aipim descascados e cortados em cubos de 3 x 5 cm
200g de inhame cortado em pedaços médios 3 x 3 cm
300g de batata baroa cortada em pedaços de 5 cm
200g de abóbora cortada em pedaços médios 5cm                                                                                                 
2 alhos porrós (só a parte clara) cortados em pedaços de 5 cm
16 quiabos inteiros lavados
250g de couve-flor e brócolis lavados e separados em buquê                                                                                            
1 colher de chá de tomilho fresco, ou ½ de seco                                                                                                                                                                   Sal grosso ou marinho                                                                                                                                           Pimenta moída na hora
Salsinha picada o quanto baste                                                                                                                                        Azeite de oliva o quanto baste

Modo de Preparo

1. Lave o feijão e deixe de molho em água fria  de 30 muitos a 2 horas
2. Despreze a água e lave novamente o feijão
3. Em uma panela grande, junte o feijão, o tofu e o louro, deixe cozinhar até amaciar aproximadamente 40 minutos (você pode cozinhar na panela de pressão, depois de ferver deixe cozinhar por mais 10 minutos aproximadamente)
4. Em outra panela com  água, sal e o tomilho, cozinhe a cenoura e o alho-poró por 10 minutos, a abóbora por 8 minutos, a couve flor e o brócolis por 4 minutos e o quiabo por 1 minuto, respeitando o tempo de cozimento de cada um, deixando-os "al dente"
5. Em outra panela cozinhe o aipim, o inhame e a batata baroa, com sal, até amaciar
6. Quando o feijão estiver cozido, aqueça uma frigideira grande com 100 ml  de azeite, junte o alho, o aipo, a cebola e a pimenta, frite até dourar
7. Junte os legumes ao refogado de alho e cebola, corrija sal e pimenta e distribua devagar um pouco do feijão no refogado de legumes. Misture delicadamente e junte tudo na mesma panela, deixe cozinhar por mais uns 5 minutos em fogo médio.
8. Junte os temperos verdes
9. Sirva quente acompanhado de arroz integral ou de grãos (mistura de cereais comprada pronta) e couve refogada.
10. Como aperitivo, sirva caldinho de feijão em copinhos pulverizado com salsinha picada.

Receita: fácil
Serve: 8 pessoas

Acompanhamentos
Elaborados pelo Chef Rica Cubas, Restaurante Z Perry (Rede Bragança), do hotel Jurerê Beach Village

Quibebe com carne-seca


Para fugir dos acompanhamentos tradicionais, opte pelo quibebe de abóbora
Foto: Felipe Carneiro/Agência RBS

Ingredientes

Para a abóbora
• 1kg de abóbora limpa
• 100g de cebola picada
• 1 pimenta dedo de moça
• 70g de manteiga
• 2 xícaras de caldo de carne
• 1 colher de sopa de amido de milho

Para a carne seca
• 500g de carne seca
• 100g de bacon
• 100g de cebola picada
• 100g de tomate picado sem pele e semente
• 2 dentes de alho picado
• 70g de manteiga
• 1 xícara de caldo da carne seca
• 1/2 xícara de salsinha picada

Modo de preparo

Abóbora
• Pique a abóbora e a cebola em cubinhos de 1cm, tire as sementes da pimenta e pique. Refogue na manteiga a pimenta e a cebola, até ficar transparente. Junte a abóbora e o caldo. Cozinhe até ficar mole o suficiente para transformar metade em purê, deixando a outra metade em cubinhos. Acrescente o amido.

Carne-seca
• Corte a carne-seca em quadrados de 5cm, trocando a água quantas vezes necessitar, e cozinhe. Reserve uma xícara do caldo. Desfie a carne. Pique bem o bacon e refogue na manteiga até dourar, então acrescente a cebola e o alho. Quando estiverem refogados, junte a carne seca, o tomate e o caldo reservado. Deixe evaporar. Junte o purê e a salsinha.

Receita: média
Serve: 5 pessoas

Bolinhos de aipim com bacon

Rolinhos de aipim com bacon são fáceis de fazer e abrem o apetite
Foto: Felipe Carneiro/Agência RBS

Ingredientes
• 1kg de aipim descascado
• 500g de bacon fatiado
• Sal a gosto
• Palitos de dente (cerca de 50 unidades)
• 1,5l de óleo

Modo de preparo
• Cozinhe o aipim em água com sal. Corte em dedos com 2 cm de largura e cerca de 7cm de comprimento. Passe o bacon ao redor e prenda com palito. Frite em óleo quente até dourar.

Receita: fácil
Serve: 6 pessoas

DIÁRIO CATARINENSE
 DC Recomenda
 
 Comente essa história