Filmes para assistir na TV nesta quinta-feira banco de dados/banco de dados

Os Imperdoáveis, de e com Clint Eastwood

Foto: banco de dados / banco de dados

Os Imperdoáveis
(The Unforgiven) – De e com Clint East­wood. Com Morgan Freeman e Gene Hackman. Talvez o maior dos grandes filmes assinados por Eastwood, que dirige e também protagoniza esta história sobre um pistoleiro aposentado que volta a pegar em armas contra um xerife corrupto. O nome do personagem, Will Munny, é um trocadilho com "Money" (dinheiro). Mas não é apenas o corrompimento com motivos financeiros o alvo do cineasta: embora seja um filme-homenagem à história do western como gênero, Os Imperdoáveis carrega desde o título a condenação à violência como elemento formador da nação norte-americana. Ao desglamourizar o ato de matar e desmistificar o Velho Oeste (não é fácil tirar a vida de alguém, reitera-se sistematicamente ao longo da trama), o cineasta deu uma guinada na própria carreira – não foi por acaso que fez o delicado As Pontes de Madison três anos depois. Faroeste, EUA, 1992, 131min. TCM, 16h20min

Leia também: 'Que Horas Ela Volta?', fenômeno do cinema nacional
Diretora de 'Que Horas Ela Volta?' repercute o sucesso do filme

Eu Não Faço a Menor Ideia do que Eu Tô Fazendo com a Minha Vida
De Matheus Souza. Com Rodrigo Pandolfo. Clarice Falcão ainda não era tão popular quando estrelou este filme curioso, segundo longa do jovem diretor que fez muito barulho com Apenas o Fim (2008). Ela é uma garota que decide experimentar a rotina de diversas profissões. Está perdida, como sugere o título, embora a trama tenha uma bela surpresa envolvendo justamente a pronúncia do título que, bem, vale a pena assistir para descobrir do que se trata. Drama, Brasil, 2011, 90min. Telecine Touch, 16h30min

Budapeste
De Walter Carvalho. Com Leonardo Medeiros. Talvez o grande fotógrafo do cinema nacional, Carvalho se aventurou a adaptar a complexa obra literária de Chico Buarque, ao mesmo tempo rica e difícil – que o digam Ruy Guerra, de Estorvo, e Monique Gardenberg, de Benjamin. A vida dupla do protagonista, dividido entre a mulher brasileira (Giovanna Antonelli) e uma nova paixão húngara (Gabriella Hámori), a vontade de fazer poesia e o porto seguro representado pelo trabalho como ghost writer, permitem um rico jogo de espelhos. Que, no entanto, é melhor explorado no livro original. Mas o filme é interessante. Drama, Brasil, 2008, 113min. TCM, 18h35min

Drama erótico em 3D, 'Love' tem méritos, mas trama é pobre
Walter Salles desvenda Jia Zhang-ke em documentário
Todas as notícias de críticas de cinema em ZH
Leia também: as notícias de televisão

Nebraska
De Alexander Payne. Com Bruce Dern e Will Forte. Bom filme, lindamente fotografado em preto e branco e muito bem dirigido (parece-me melhor do que os outros filmes do diretor) sobre um velhinho que recebe um folder publicitário e acredita ter ganhado um prêmio milionário. Ele pega a estrada com o filho para uma jornada de descobertas – da parte dos dois. Drama, EUA, 2013, 115min. Max, 22h

O Homem Duplicado
(Enemy) – De Denis Villeneuve. Com Jake Gyllenhaal, Mélanie Laurent e Isabella Rossellini. Filme que o diretor canadense dos ótimos Incêndios (2010) e Os Suspeitos (2013) adaptou da obra de José Saramago. A premissa é boa (jovem professor entediado descobre que tem um sósia ricaço), mas, conforme as personalidades dos dois  personagens vão se confundindo, o filme perde um tantinho de sua força. Vale dar uma conferida. Suspense/drama, Canadá/Espanha, 2013, 90min. Telecine Pipoca, 2h05min

ZERO HORA
 DC Recomenda
 
 Comente essa história