10 telefilmes badalados desta década HBO/Divulgação

Michael Douglas em Minha Vida com Liberace

Foto: HBO / Divulgação

Disponível desde sexta-feira na Netflix (mesmo dia em que estreou em 27 cinemas dos EUA), o drama de longa-metragem Beasts of No Nation é o filme com o qual a gigante dos conteúdos sob demanda quer revolucionar a indústria audiovisual. Mas não é a primeira grande produção a chegar à TV: tradição há décadas, a produção de telefilmes ganhou um impulso nos últimos anos graças a investimentos de grandes empresas, como HBO e Showtime, e agora dá o salto rumo à tela grande – e ao Oscar, se o projeto da Netflix for lembrado pela Academia de Hollywood. Leia mais sobre Beasts of No Nation e a estratégia da empresa aqui, e confira, abaixo, uma lista com 10 telefilmes badalados dos últimos anos.

Leia todas as reportagens e críticas de cinema em ZH
Confira ainda as notícias de televisão

You Don’t Know Jack (2010)
Al Pacino ganhou o Emmy e o Globo de Ouro por esta cinebiografia de Jack Kevorkian, médico defensor da eutanásia que ficou conhecido como Dr. Morte. A direção é do veterano Barry Levinson. Disponível em DVD e no HBO Go.

Grande Demais para Quebrar (2011)
Too Big to Fail, que ganhou este título em português ao ser exibido na TV brasileira (grande parte dos telefilmes permanece sendo conhecida pelo título original), é um telefilme de Curtis Hanson sobre a crise de 2008 – pela visão do secretário do Tesouro dos EUA (William Hurt). Disponível em DVD e exibido regularmente nos canais HBO.

A Garota (2012)
A relação entre o diretor Alfred Hitchcock (Toby Jones) e a atriz Tippi Hedren (Sienna Muller) é examinada neste bom drama de Julian Jarrold – melhor do que o filme Hitchcock (2012), com Anthony Hopkins.

Virada no Jogo (2012)
Jay Roach dirige Ed Harris e Julianne Moore nesta premiada (com cinco Emmy, entre outros prêmios) produção sobre a campanha de John McCain e Sarah Palin à presidência dos EUA em 2008. Disponível em DVD e exibido regularmente nos canais HBO (o título original é Game Change).

Hemingway & Gellhorn (2012)
Clive Owen e Nicole Kidman são Ernest Hemingway e a jornalista correspondente de guerra Martha Gellhorn, que o inspirou em Por Quem os Sinos Dobram. Direção: Philip Kaufman. Disponível em DVD e na HBO Go.

Minha Vida com Liberace (2013)
Com direção de Steven Soderbergh, este drama vencedor de nada menos do que 11 Emmy narra a vida do showman Liberace (Michael Douglas) pelo ponto de vista de seu amante Scott Thorson (Matt Damon). O título original é Behind the Candelabra.

Phil Spector (2013)
Al Pacino vive o excêntrico produtor e compositor neste telefilme de David Mamet cuja narrativa tem como base seu julgamento pela morte de uma mulher em sua casa. Disponível na HBO Go, com exibições no canal de TV fechada Maxprime.

The Normal Heart (2014)
Ryan Murphy dirige Mark Ruffalo neste drama sobre Ned Weeks, ativista gay que organiza um movimento pela prevenção da aids nos anos 1980.

Nightingale – Peter e Sua Mãe (2014)
David Oyelowo, o Martin Luther King de Selma (2014), interpreta um veterano de guerra atormentado nesta produção ficcional da HBO dirigida por Elliott Lester.

Bessie (2015)
Assinada por Dee Rees, a cinebiografia da lendária cantora de blues Bessie Smith reconstitui o ambiente de popularização do jazz nos EUA dos anos 1920 e 30. Venceu quatro Emmy. Disponível no NET Now.

ZERO HORA
 DC Recomenda
 
 Comente essa história