5 coisas que ainda precisamos inventar previstas em De Volta para o Futuro Reprodução/Reprodução

Em De Volta para o Futuro II, futuro imaginado acontece em 21 de outubro de 2015

Foto: Reprodução / Reprodução

É nesta quarta-feira que o Dr. Emmett Brown, o jovem Marty McFly e a sua namorada Jennifer Parker desembarquem em Hill Valley, na Califórnia, Estados Unidos, depois de uma viagem pelo tempo em um Delorean voador.

Saga De Volta para o Futuro retorna aos cinemas nesta quarta e ganha novo curta-metragem

É exatamente na quarta-feira, 21 de outubro de 2015, às 16h29min, que o trio chega ao futuro imaginado em De Volta para o Futuro II, filme clássico de 1989 que faz parte da trilogia que conta as desventuras de Marty, Dr. Brown e da cidadezinha de Hill Valley através do tempo.

Apesar de o futuro imaginado pelo filme ter previsto algumas tecnologias que já são comuns hoje no nosso dia a dia – TVs de tela plana, videochamadas, controle de aparelhos por comandos por voz, gadgets de vestir e até mesmo câmeras acopladas em drones – nós estamos muito atrasados em outras áreas.

Veja cinco coisas imaginadas no filme que nós já deveríamos ter pensado:

1. Carros voadores

É melhor a gente continuar investindo em pavimentar estradas, porque parece que as estradas aéreas e os carros voadores do filme não virarão realidade. Até existem alguns projetos em andamento, mas nada parecido com o que é retratado no filme. A empresa norte-americana Terrafugia já tem protótipos bastante avançados de carros-voadores, mas eles são muito mais aviões com asas retráteis que podem rodar em estradas do que carros que voam. Você ver abaixo o primeiro voo público do modelo.

2. Hoverboard

O skate flutuante que Marty McFly usa para escapar de Griff no centro de Hill Valley é um dos maiores objetos de desejo da geração que cresceu nos anos 90. Algumas pessoas até chegaram perto, como este cidadão que você ve aí abaixo e plugou uma mangueira de incêndio em uma prancha.

E teve até um momento que parecia que ia dar: em março de 2014, o ator Christopher Lloyd – que interpreta Doc Brown no filme – e o skatista Tony Hawk anunciaram o Hoverboard da vida real. Mostraram um vídeo bem convincente, chegou a sair em site de notícias e realmente muita gente achou que íamos chegar lá, mas não deu: eles anunciaram um tempo depois que era uma pegadinha.



3. Nike Air

Essa aqui parece ser a tecnologia que a gente está mais perto de alcançar: os tênis cujos cadarços se amarram sozinhos e foram a primeira coisa de 2015 que Marty viu pela frente ao chegar no futuro. A Nike chegou a lançar uma edição limitada do calçado (sem a tecnologia) em 2011. Foram 1,5 mil pares vendidos.

Há um rumor circulando de que o designer da empresa Tinker Hatfield confirmou o lançamento de um modelo igual ao do filme, tanto em design quanto em função, ainda este ano. De qualquer forma, vá preparando os reais.

4. Roupa com secador

Além dos tênis, no campo do vestuário o filme trouxe uma jaqueta que é muito útil. Além de ela se ajustar automaticamente ao corpo (o que nem é tão legal assim), a roupa se seca sozinha (o que é muito legal). Muito útil pra quando você estiver flutuando em seu Hoverboard e cair em um lago.

5. Pizza desidratada

Para jovens solteiros, essa é a maior invenção desde a pizza congelada. O filme mostra uma pizza que cabe na palma da mão e que, ao ser colocada em uma espécie de forno, vira uma pizza grande que alimenta uma família inteira. Mas, como tudo na vida, fica melhor se for feito pela mãe.

– Oh, mãe, você sabe como hidratar uma pizza – diz o Marty McFly do futuro para sua mãe, ao ver a refeição de três segundos pronta.

 Veja também
 
 Comente essa história