A Academia americana das Artes e Ciências do Cinema, que concede as estatuetas do Oscar, celebrou na noite desta quarta-feira, em Londres, o ingresso de 322 novos membros, que poderão votar para a premiação de fevereiro de 2016.

A atriz australiana Cate Blanchett foi uma das estrelas da noite.

— Pelo menos 40% dos indicados do ano passado eram da Europa, e metade deles vinha do Reino Unido — afirmou na residência do embaixador americano na Grã-Bretanha a diretora-geral da Academia, Dawn Hudson, na presença dos diretores Stephen Frears e Ridley Scott e de outras celebridades.

Após volta por cima, "Que Horas Ela Volta?" chega a 250 mil espectadores

— O futuro está nas suas mãos — acrescentou, lembrando que a Academia quer "ouvir e estar" com seus novos membros.

Dos 322 novos membros, 28 compareceram à cerimônia.

— Somos uma organização mundial (...) e queremos estender nossa influência, reconhecendo a presença de estupendos talentos em todo o mundo — acrescentou a presidente da Academia, Cheryl Boone Isaacs, a primeira afro-americana a presidir a instituição.

Saiba quais são os filmes que concorrem a indicação ao Oscar com "Que horas ela volta?"

Outra festa acontece na sexta-feira, em Paris, também para celebrar os novos membros europeus.

O anúncio faz parte de uma grande campanha para aplacar as críticas sobre a falta de representatividade da Academia.

Entre os milhares de votantes do Oscar, estão representantes de todos os ofícios do cinema, atores, diretores, produtores, responsáveis pelo elenco, maquiadores, cenografistas, figurinistas, roteiristas, entre outros.

Filme "Que horas ela volta?" reacende debate sobre laços entre patrões e domésticos

A próxima festa do prêmio mais importante do mundo do cinema será em 28 de fevereiro de 2016.

* AFP

 DC Recomenda
 
 Comente essa história