Ana Paula Arósio volta ao cinema e fala sobre cena de suicídio: "Foi muito difícil" Reprodução/Reprodução

Foto: Reprodução / Reprodução

Longe dos holofotes desde o seriado Na Forma da Lei e o filme Como Esquecer, ambos de 2010, Ana Paula Aródio está de volta. Aos 40 anos, ela é a protagonista de A Floresta Que se Move, filme que deve chegar aos cinemas em novembro.

O longa é livremente inspirado em Macbeth, obra de William Shakespeare. No filme, Elias (Gabriel Braga Nunes) é um executivo bem-sucedido que envolve-se numa série de assassinatos, com o apoio da mulher, Clara (Ana Paula). Mediante tantos tormentos, a personagem da atriz se suicida. Para Ana Paula, esse foi um dos principais desafios:

— A cena do suicídio foi muito difícil. Ela perde a mão, não segura a onda — contou ela nos bastidores das filmagens.

Leia outras notícias sobre famosos e entretenimento 

Na vida real, Ana Paula passou por drama semelhante aos 21 anos. Seu marido na época, o empresário Luiz Carlos Leonardo Tjurs, teria se matado com um tiro na boca na frente da atriz.

Curta nossa página no Facebook 

DIÁRIO GAÚCHO
 DC Recomenda
 
 Comente essa história