Banda Expresso grava DVD ao vivo nesta quarta-feira (14) em Florianópolis Eduardo Trauer/Divulgação

FÃS - Público do Expresso é fiel e aguarda há anos a gravação de um DVD

Foto: Eduardo Trauer / Divulgação

Pouco mais que um mês depois da histórica apresentação com o Dazaranha, a banda Expresso volta a esgotar com dias de antecedência os ingressos para mais um show no Teatro Ademir Rosa, em Florianópolis, na próxima quarta-feira (14). Dessa vez a banda prepara um especial para a gravação do primeiro DVD em 33 anos de carreira. Será o registro inédito em vídeo da história de um dos maiores ícones da música de Santa Catarina

Leia as principais notícias do dia em Santa Catarina
Os filmes que concorrem com Que Horas ela Volta à indicação ao Oscar

Fãs há muito aguardavam por um DVD do Expresso. O roteiro terá 19 canções, entre elas alguns do maiores sucessos, como Certos Amigos e Sol de Sonrisal. Músicas escolhidas pelo próprio público pela popularidade que têm desde os anos 1980.

_ É o fechamento de um ciclo. Será um show para contar toda a história do Expresso. Até porque, depois, queremos dar sequência a coisas novas _ diz Volnei Varaschin (violão, guitarra e voz).

Algumas canções terão roupagem nova, mas a maior parte terá arranjos parecidos com os originais. Paulo Back (contrabaixo e violão) adianta que será um show em formato acústico, com violões, baixo, bateria e flauta, muito parecido com o primeiro álbum.

_ A história do Expresso é atravessa pela novidade. Fomos pioneiros a gravar ao vivo e a gravar um disco no exterior _ comenta Voraschin.

Para ele, o primeiro e segundo discos, lançados em 1983 (Nas Manhãs do Sul do Mundo) e 1985 (Certos Amigos), foram momentos marcantes na trajetória do grupo:

_ Era muito difícil gravar naquela época, sem patrocínio. Fazíamos com recursos próprios , pedámos emprestado. A gente tinha coragem de se endividar.

RELEMBRE - Expresso e Dazaranha interpretam a canção Certos Amigos

FENÔMENO MAIOR QUE ROBERTO CARLOS

O Expresso começou em 1981, então auge dos festivais de música estudantis. O lançamento do primeiro disco foi um fenômeno e vendeu mais do que Roberto Carlos em Santa Catarina na época. A levada melódica de rock rural e música country com letras embebidas em poesia, assinadas por Daniel Lucena, foi a fórmula do sucesso.

O grupo teve uma pausa entre 1997 e 2007, ano em que se apresentou no palco do Teatro Ademir Rosa para o que deveria ser apenas um reencontro. De lá para cá eles voltaram com toda a energia e fizeram mais de 200 shows, com o mesmo público fiel das décadas anteriores.

_ Quem gravou nas décadas de 1970 e 1980 e  tinha canções de qualidade ficou na cabeça das pessoas. Tinha-se então o hábito de comprar um disco e ouvir tudo. E isso foi passado de geração para geração _ diz Zeca Petry (violões, guitarra, voz).

Se alguma coisa mudou do começo da carreira até hoje, três décadas depois?

_ Tem algumas diferenças básicas. Não temos mais aquela força da juventude, a ilusão de que o mundo vai ser nosso.  A voz não é mais a mesma, não tem a mesma potência. Mas a sensibilidade aprimorou muito_ diz Zeca.

A previsão de lançamento do DVD é até março de 2016.

AGENDE-SE

O quê: show de gravação do DVD com a banda Expresso
Quando: quarta-feira, às 20h30
Onde: Teatro Ademir Rosa, no CIC (Av. Gov.Irineu Bornhausen, 5.600, Agronômica, Florianópolis)
Quanto: INGRESSOS ESGOTADOS

Informações: (48) 3664-2628

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história