Cinco coisas inesquecíveis da série Goosebumps Reprodução/Reprodução

Foto: Reprodução / Reprodução

Se você era criança lá pelo fim dos anos 1990 e gostava de histórias de terror com certeza já deve ter ouvido falar da série Goosebumps. Naquela época, o extinto canal Fox Kids exibia o seriado que fazia os mais jovens tremerem antes de dormir. Agora, os mostros horripilantes foram parar no cinema com o filme Goosebumps: Monstros e Arrepios, que estreia nesta quinta-feira.

O longa e o seriado têm personagens inspirados nos livros de R.L. Stine – o autor é conhecido pelos trabalhos no gênero do terror voltados ao público infanto-juvenil. Para entrar no clima do longa estrelado por Jack Black, reunimos cinco coisas inesquecíveis da série Goosebumps.

10 telefilmes badalados desta década

A abertura
Quem já não sentia uma pontinha de medo quando ouvia a vinheta de abertura enquanto a maleta de R. L. Stine soltava os monstros na tela? A sombra do G passeava pela cidade transformando todos em seres maus – e até um simpático cachorro ganhava olhos com luzinhas demoníacas. Mas o mais marcante mesmo era o som, que dava o clima de suspense. Como se não bastasse, uma voz misteriosa anunciava: "Atenção, cuidado... Vocês vão se assustar!".

50 filmes que você tem que assistir na Netflix

Os monstros
A cada história, surgia um monstro mais terrível que o anterior. Gnomos, bonecos, homem das neves, insetos gigantes e por aí vai. E o pior: os efeitos especiais eram precários, o que tornava tudo ainda mais assustador. A expectativa dos fãs da série é reencontrar todos esses personagens no novo filme.

50 séries para assistir na Netflix e em outros serviços de streaming

Identificação com as histórias
Boa parte das histórias tinha um enredo muito próximo da realidade das crianças. Os monstros apareciam atrás do armário, na festa de halloween, no acampamento de férias, em casa, na locadora, na escola. Ou seja: quem estava atrás da tela, achava que as situações poderiam acontecer com qualquer um. Quem nunca ganhou um boneco e achou que, durante a noite, ele iria sair andando por aí?

Continua no próximo capítulo
Cada episódio geralmente tinha uma história própria, com personagens e monstros únicos. Mas, às vezes, a trama seguia em mais de um capítulo. Quando chegava no momento mais aterrorizante, aparecia o letreiro verde: to be continued. Era um dos momentos mais frustrantes para os fãs. Depois, seguia com os créditos e a tradicional meleca brilhosa tomando a tela. Parecia que a substância ia sair da tevê e inundar o quarto – era aterrorizante mesmo.

Conheça 11 serviços de TV por streaming disponíveis no Brasil

Medo gostoso
Uma das sensações mais gostosas da infância era o frio na barriga que vinha junto com cada episódio de Goosebumps – a tensão de rever o boneco Slappy com certeza deixou muita gente sem dormir. Como não dá para voltar no tempo, a sugestão é apresentar a série original para os mais jovens e reassistir – ou reler – as histórias monstruosas ao lado dos filhos, sobrinhos e primos mais novos. A primeira temporada da série está disponível na Netflix, e dá para comprar todos os livros e DVDs na Amazon.

Leia mais sobre seriados

*Colaborou Vitória Lemos

 Veja também
 
 Comente essa história