Espetáculo de palhaçaria 'Everline em Ação' estreia nesta quinta em Joinville Rodrigo Philipps/Agencia RBS

A comédia é um monólogo que coloca a palhaça Everline Flore em uma investigação policial

Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS

Metade de Everline Flore é palhaça. A outra metade também. Mas, no meio disso, há o trabalho como policial, que é levado a sério — pelo menos, o máximo possível em cima de um palco, durante o espetáculo Everline em Ação, que estreia nesta quinta-feira em curta temporada em Joinville. Ela conta com a direção da diretora Karla Concá e assistência de direção de Samantha Anciães,ambas do grupo As Marias da Graça, do Rio de Janeiro, pioneiro na arte da palhaçaria feminina. 

A comédia, um monólogo protagonizado pela atriz Bia Alvarez, coloca a palhaça em uma cena de crime, em meio à uma investigação policial — ou, pelo menos, é nisso que Everline acredita. Atrapalhada como sempre, ela encontra uma suposta vítima e busca as soluções mais inusitadas para esta ocorrência. Enquanto isso, tenta resolver seus medos e a sensação de viver deslocada na sociedade, sentimentos que foram apresentados em Só uma Palhaça Só, que estreou em abril de 2014, também com a direção de Karla Concá.

Confira as novidades em eventos, shows, espetáculos e festas no Guia + AN

Aquele era o nascimento de Everline após um processo de imersão de Bia Alvarez na criação da palhaça e do espetáculo. Era também o fim da policial civil que Bia foi durante uma década. Vem daí a inspiração para esta nova aventura, já que ela empresta suas experiências e características à palhaça, e esta os coloca sob uma lente de aumento ao se apresentar ao mundo.

— Durante aqueles dez anos, o teatro sempre esteve em paralelo na minha vida. Eu o tinha como segunda opção, como muitos atores fazem — explica Bia — Mas o encontro com a palhaçaria foi muito transformador e me fez tomar algumas decisões. Durante a montagem de Só uma Palhaça Só, pedi exoneração do serviço público para me dedicar completamente ao teatro.

Diferentemente da primeira peça, que explorava a trajetória de vida da personagem em meio aos cigarros e às bonecas, tornando a história muito adulta para o público infantil, Everline em Ação será um espetáculo livre para todos os públicos. Mesmo assim, não deixa de, enquanto faz rir, desconstruir alguns paradigmas.

— Palhaço já foi um trabalho exclusivamente de homens, assim como o trabalho de policial. Então, é inevitável que a peça trate um pouco sobre como são estas mulheres na sociedade — analisa Bia.

A peça faz parte do repertório do grupo Mero Acidente! Palhaçaria. Ela teve seu projeto contemplado com o patrocínio do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultural (Simdec) 2014, da Fundação Cultural de Joinville, na categoria Mecenato.

Agende-se:

O Quê:
Everline em Ação, da Mero Acidente! Palhaçaria

Quando: de quinta a domingo, às 20 horas

Onde: Galpão da Associação Joinvilense de Teatro (Ajote), anexo à Cidadela Cultural Antarctica (rua Quinze de Novembro, 1.383)

Quanto: R$ 20, com meia-entrada para estudantes, professores e idosos, à venda no site Enjoy Events, no Capitão Space Batataria e Pizzaria e na bilheteria do teatro (uma hora antes da apresentação)

Classificação: livre

A NOTÍCIA
 Veja também
 
 Comente essa história