Filmes para assistir na TV nesta sexta-feira Banco de Dados/Banco de Dados

Matt Dillon em Drugstore Cowboy, de Gus van Sant

Foto: Banco de Dados / Banco de Dados

Garota, Interrompida
(Girl, Interrupted) – De James Mangold. Com Wynona Ryder e Angelina Jolie. La Jolie ganhou o Oscar por este filme que parecia na medida para Wynona Ryder brilhar, mas que, no fim, sofre com excessos que o então inexperiente Mangold (depois ele faria Johnny & June) não soube driblar. Baseada na história real (que virou best-seller) de Susanna Kaysen, a trama acompanha a passagem de uma garota com tendências suicidas (Wynona) por uma clínica psiquiátrica, onde encontra, entre outras pacientes, uma "charmosa sociopata" (Angelina Jolie). Ah, sim: a vírgula sem sentido no título descreve a pausa dramática que a protagonista usa ao se autodescrever. Drama, EUA, 1999, 127min. TCM, 19h

17 dos 21 longas de Truffaut voltam restaurados aos cinemas
Leia todas as matérias e críticas de cinema em ZH
E também as notícias de televisão

Malu de Bicicleta
De Flávio Tambellini. Com Marcelo Serrado e Fernanda de Freitas. Não faz parte da tradição do cinema brasileiro investir em comédias românticas mais empenhadas (ou menos bobinhas), razão pela qual esta adaptação do livro de Marcelo Rubens Paiva preserva seu valor, apesar de suas limitações. Foi um dos trabalhos que afirmaram o talento de Fernanda de Freitas para além do rótulo de sósia de Deborah Secco, que ela ganhou assim que surgiu. Comédia romântica, Brasil, 2010, 90min. Canal Brasil, 22h

Leia também: 'A Travessia' oferece experiência de cinema vertiginoso
Comédia de Bogdanovich é bem intencionada, mas anacrônica
Diretor de 'No' volta com contundente drama sobre crimes da Igreja
Polanski faz ensaio sobre o masoquismo em 'A Pele de Vênus'
Novo 'Peter Pan' faz releitura do clássico com caráter pop

Drugstore Cowboy
De Gus van Sant. Com Matt Dillon e Kelly Lynch. Eis uma rara oportunidade para ver um dos filmes que alçaram Van Sant à condição de um dos diretores mais cultuados do cinema independente norte-americano pós-John Cassavettes. O filme é de 1989 (sucede sua estreia, com Mala Noche), mas se passa no iniciozinho dos anos 1970, período pós-cultura hippie, quando um grupo de viciados em drogas diversas sobrevive assaltando farmácias. Dillon está ótimo, mais maduro do que o Rusty James que encarnou em O Selvagem da Motocicleta (1983), absolutamente bem-sucedido ao dar complexidade ao "drugstore cowboy" do título – personagem baseado na autobiografia de James Fogle. E a direção carrega uma amoralidade que faz muita falta em tantos outros títulos sobre o mesmo tema. Van Sant deixaria claro em longas posteriores, a exemplo de Elefante (2003), Paranoid Park (2007) e Inquietos (2011): a maturidade no tratamento de assuntos delicados é uma de suas marcas mais admiráveis. Drama, EUA, 1989, 102min. Telecine Cult, 22h

Wall Street – O Dinheiro Nunca Dorme
(Wall Street: Money Never Sleeps) – De Oliver Stone. Com Shia LaBeouf e Carey Mulligan. Wall Street – Poder e Cobiça (1987) é melhor, mas Oliver Stone voltou a um de seus bons filmes (e personagens, caso do especulador Gordon Gekko interpretado por Michael Douglas) com uma produção à sua altura, ainda por cima conectada com a mais recente derrocada econômica norte-americana. Drama, EUA, 2010, 133min. Telecine Touch, 23h55min

Batman – O Cavaleiro das Trevas
(The Dark Knight) – De Christopher Nolan. Com Christian Bale e Heath Ledger. A franquia de Nolan sobre o Homem-Morcego é tão bem filmada que conseguiu atrair fãs para além do alcance usual das adaptações das histórias em quadrinhos. Nem Tom Hardy, como Bane, nem Jack Nicholson, como Coringa: vai ser difícil ver um vilão tão impressionante como o Coringa de Heath Ledger. Drama, EUA, 2008, 152min. HBO Family, 0h40min

ZERO HORA
 Veja também
 
 Comente essa história