Filmes para assistir na TV neste fim de semana Divulgãção/Divulgação

O Lugar Onde Tudo Termina tem duas bruscas quebras narrativas, como se o longa fosse dividido em três atos

Foto: Divulgãção / Divulgação

Operação Big Hero
(Big Hero 6) – De Don Hall e Chris Williams. Deu certo esta parceria da Disney com a Marvel. O filme parece feito para os meninos ligados na cultura oriental, mas funciona com espectadores de outras idades – e meninas, também. A história é a de um nerdzinho genial de ascendência japonesa que vive em San Francisco criando robôs lutadores – e precisa descobrir o que houve com seu irmão mais velho, morto num incêndio na escola de inventores que frequentava. Animação, EUA, 2014, 102min. Telecine Premium, sábado, 22h

Leia também: 'A Travessia' oferece experiência de cinema vertiginoso
Cineasta Chantal Akerman morre aos 65 anos em Paris
'Que Horas Ela Volta?', fenômeno do cinema nacional
Diretor de 'No' volta com contundente drama sobre crimes da Igreja
Polanski faz ensaio sobre o masoquismo em 'A Pele de Vênus'

Ninfomaníaca – Volume I
De Lars von Trier. Com Charlotte Gainsbourg e Stacy Martin. Este filme do sempre polêmico Von Trier foi dividido em dois devido à longa duração, mas funciona mesmo, isto é, seus propósitos só fazem sentido se ambos forem vistos. Neste primeiro, garota relembra sua movimentada vida sexual a partir da perversão psíquica que lhe aflige – e que está descrita no título. O elenco tem Stellan Skarsgard e Shia Labeouf, mas a melhor sequência é a de Uma Thurmann. Drama, Dinamarca/Grã-Bretanha, 2013, 120min. Telecine Cult, sábado, 22h

'Horas de Desespero' tem muita adrenalina e pouco conteúdo
Aventura 'Evereste' hesita entre a emoção e o entretenimento
Drama erótico em 3D, 'Love' tem méritos, mas trama é pobre
Walter Salles desvenda Jia Zhang-ke em documentário
Todas as notícias de críticas de cinema em ZH
Leia também: as notícias de televisão

Magia ao Luar
(Magic in the Moonlight) – De Woody Allen. Com Colin Firth e Emma Stone. Este filme que Allen rodou no sul da França compila uma série de obsessões que ele desenvolveu em sua prolífica filmografia: os anos 1920, as angústias do homem em seus relacionamentos e do artista em seu ofício criativo, além dos exercícios de clarividência, que surgem em contraposição ao racionalismo niilista de seus protagonistas e, geralmente, são achincalhados pelo ator e diretor. A trama é a de um mágico cético e arrogante que viverá uma transformação após se encantar por uma jovem. Veja que é divertido. Comédia, França/EUA, 2014, 97min. Telecine Pipoca, madrugada de sábado para domingo, 2h

A Delicadeza do Amor
(La Délicatesse) – De David e Stéphane Foenkinos. Com Audrey Tautou e François Damiens. Uma jovem bonita e feliz entra em parafuso após a morte do marido. Em meio à crise, o beijo de um colega de trabalho de charme questionável (para quem não está envolvido com a história, obviamente) muda tudo. O título do filme entrega seu espírito – trata-se de um "o amor acontece de forma inesperada, e pode tudo" –, mas vale a pena acompanhar a jornada dos dois. Comédia dramática, França, 2011, 108min. Telecine Cult, domingo, 11h35min

O Lugar Onde Tudo Termina
(The Place Beyond the Pines) – De Derek Cianfrance. Com Bradley Cooper e Eva Mendes. Muito bom filme, que marca o reencontro de Cianfrance com Ryan Gosling dois anos após Namorados para Sempre (2010). Ousado na forma, O Lugar Onde Tudo Termina tem duas bruscas quebras narrativas, como se fosse dividido em três atos, que se completam para contar a ciranda de tragédias envolvendo um policial e um criminoso andando sobre uma linha tênue entre o bem e o mal. A trama começa quando o personagem de Gosling, um motoqueiro do chamado Globo da Morte, reencontra uma velha paixão e descobre ter um filho. Resolve se estabelecer perto da nova família, mas acaba entrando no mundo do crime, o que dá início a uma série de acontecimentos amarrados de maneira pouco tradicional e muito eficiente. Drama, EUA, 2012, 140min. HBO Plus, domingo, 19h, e madrugada de domingo para segunda, 0h30min

21 Gramas
(21 Grams) – De Alejandro González Iñárritu. Com Sean Penn, Naomi Watts e Guillermo Del Toro. O diretor e o roteirista (Guillermo Arriaga) são os mesmos de Amores Brutos (2000), e os atores, de Jogo de Poder (2010). Como em Amores Brutos, um acidente determina o cruzamento de tramas paralelas que abordam os grandes temas – amor, fé, desejo, culpa. O filme é um tanto maneirista, mas vale ver – o trio de atores principais é ótimo. Drama, EUA, 2003, 120min. HBO Signature, domingo, 22h15min

Dona Flor e seus Dois Maridos
De Bruno Barreto. Com Sonia Braga, José Wilker e Mauro Mendonça. Esta adaptação de Jorge Amado foi um fenômeno em seu lançamento – entre todos os filmes nacionais lançados até hoje, só Tropa de Elite 2 (2010) vendeu mais ingressos nos cinemas. Trata-se de uma "comédia safada" sobre o desejo de uma mulher casada por um ex-amante, tipo de longa que sempre deu certo no país, mas especialmente naquela época, auge das pornochanchadas. Comédia, Brasil, 1976, 105min. Canal Brasil, madrugada de domingo para segunda, 0h30min

ZERO HORA
 DC Recomenda
 
 Comente essa história