Mãe dá forma à imaginação de filho autista em Balneário Camboriú 1/Agencia RBS

Thor foi estimulado pela mãe e pela professora a criar história e transformá-la em livro

Foto: 1 / Agencia RBS

Há nove anos cercados pelas limitações impostas pelo autismo, mãe e filho acharam uma maneira de interagir com o mundo. Da imaginação de Thor — diagnosticado com o transtorno aos dois anos — surgiram a história e as ilustrações. Nas mãos de Claudia, a trama tomou forma e ganhou as páginas de um livro. O resultado da parceria é a obra O Bebê Dragão, que será lançada neste sábado, das 15h às 18h, no Atlântico Shopping, em Balneário Camboriú.

A ideia surgiu a partir de uma atividade dada pela professora de português de Thor. Ela incentivou os alunos a criar uma história infantil e a mãe, Claudia Cugnier Guenther, percebeu na tarefa uma oportunidade para estimular o desenvolvimento do filho. Em quatro meses, as 24 páginas do livro ficaram prontas.

— Eu sempre digo que sou a mão que escreve o que ele pensa. É uma história com alma de criança. Os nomes dos personagens foram criados por ele e os desenhos foram usados da forma como ele desenhou, sem correções — conta.

Além de abrir novas possibilidades para o filho, Claudia diz que o livro cria um espaço para falar mais sobre o autismo. Segundo ela, produzir o material também despertou a confiança de Thor e o incentivou a desenvolver melhor a leitura e escrita.

— É importante falar das possibilidades e não só das limitações do autismo. Desde que a gente recebe o diagnóstico só ouve negativas. Então acho que o livro é uma oportunidade dele interagir com o mundo, de entender o que está em sua cabeça. Acredito que a gente conseguiu mostrar que existem caminhos e essa é a grande mensagem — afirma.

“É como contar uma história muitas vezes”

Falante e com um brilho nos olhos toda vez que conta uma história, Thor explica que o livro é sobre uma família feliz que achou um ovo de dragão. Depois que o dragãozinho nasce, mãe, pai e filho iniciam uma jornada em busca dos pais do animal. O trabalho também propõe que os leitores usem a criatividade e criem desenhos para completar as páginas.

Quem conhece o menino de 11 anos entende porque a temática da história não poderia ser diferente. Thor é apaixonado por animais e coleciona dezenas de bichinhos de pelúcia.

— A Fernanda, minha “profe” de português, disse para eu fazer uma história e eu pensei em fazer isso virar um livro. E aí nós nos juntamos. A mamãe computadorizava enquanto eu desenhava. É como se eu fosse contar uma história muitas vezes — diz Thor.

 Thor e Claudia lançam livro infantil
Foto: Marcos Porto / Agência RBS


Desafio de vida

Desde que descobriu o autismo, a família de Thor fez questão de continuar estimulando o desenvolvimento do garoto. Ele faz múltiplas terapias, como fonoaudiologia e psicologia, além de estudar em colégio regular — tudo isso tem papel fundamental no aprendizado dele.

— O autismo é um transtorno democrático que se manifesta de diferentes maneiras. A gente não sabia o que ia acontecer com o Thor, só sabia que tinha que estimulá-lo — afirma.

Conforme Claudia, Thor falava muito pouco, tinha dificuldades de interação social e brincava de uma maneira diferente. Para a dupla, o lançamento do livro é mais que uma conquista:

— Uma tarefa escolar acabou se transformando em um desafio de vida. Através dessa relação, eu dei para o Thor um caminho, uma possibilidade.

SERVIÇO
O quê: Lançamento do livro O bebê dragão, de Thor Cugnier Guenther e Claudia Cristine Cugnier Guenther
Onde: Piso térreo do Atlântico Shopping, em Balneário Camboriú
Quando: sábado, das 15h às 18h
Após o lançamento, o livro estará à venda na Livrarias Catarinense. Valor R$ 15

O SOL DIÁRIO
 Veja também
 
 Comente essa história