Conheça a catarinense que faz sucesso dando dicas de livros na internet Divulgação/Divulgação

Pam Gonçalves, de Tubarão, se prepara para lançar sua primeira obra

Foto: Divulgação / Divulgação

É só dar uma rápida olhada em listas dos livros mais vendidos para perceber que a categoria jovem adulto é uma das mais populares. A febre atingiu em cheio a geração pós-Harry Potter, que cresceu em meio às redes sociais e é ávida por livros de leitura fácil, histórias que "pegam" e, eventualmente, que se transformam em filmes de igual sucesso. A catarinense Pâmela Gonçalves, de Tubarão, é o retrato perfeito deste movimento.

Pam Gonçalves indica 5 livros para ler na praia

Prestes a completar 25 anos, Pam, como é mais conhecida, era mais uma adolescente apaixonada por livros quando teve a ideia de criar um blog para falar com pessoas que também gostavam de literatura juvenil. Suas resenhas em vídeo foram ficando tão populares que ela abandonou o blog e hoje se dedica quase que integralmente a seu canal no Youtube, onde fala sobre suas leituras, séries e filmes preferidos, e também mostra um pouco de sua rotina.

Leia mais notícias de literatura

Recém-formada em Publicidade e Propaganda, neste ano a vlogueira teve a certeza que a aposta da adolescência foi certeira. Pam acaba de sair da casa dos pais, pois a renda que tem com o canal já permite que ela se sustente sozinha. Ela também se prepara para publicar seu primeiro livro - a obra será lançada em 2016 pela editora Galera Record.

— Antes de criar o blog, encontrei um fórum na internet que era justamente da editora pela qual vou publicar meu livro. Eles abriam espaço para todo mundo falar sobre livros juvenis e eu ficava o tempo todo lá para descobrir novos lançamentos. Foi quando tudo começou. Nem em sonho eu pensaria que as pessoas fossem gostar tanto de um blog sobre livros. Na época, não tinha com quem falar e ficava no fórum porque meus amigos não gostavam de ler. Hoje tá muito comum, as obras ficaram mais acessíveis — relembra.

Em Tubarão, por muito tempo Pam ficou alheia ao próprio sucesso na internet. Foi em viagens a São Paulo e Rio para participar de bienais do livro que ela percebeu que tinha um público tão fiel. Inclusive, ela considera a recepção dos fãs uma das coisas mais legais que já aconteceram em sua vida desde que criou o canal.

— É incrível ver a recepção das pessoas que me acompanham ao vivo. Gente falando que começou a ler por causa das minhas dicas, que tava passando por algum momento difícil e leu um livro que eu indiquei. Ver o carinho das pessoas por trás dos números e comentários embaixo dos vídeos.

Quem a acompanha pode ficar tranquilo quanto à sinceridade de suas resenhas, sempre espontâneas - seu sustento vem majoritamente de parceria com marcas como a Amazon, e comissões dos links que mostram onde comprar os livros que ela indica.

— Não quero dinheiro para fazer resenha, pois me sinto obrigada a ler e não gosto dessa sensação — explica.

Recentemente, Pam tem aberto espaço na estante para livros de categorias além da jovem adulto, graças à parceria com a também youtuber Bel Rodrigues. Cada uma indica um livro para a outra ler - o da vez é O Mundo de Anne Frank, que Pam confessa que talvez não leria se fosse escolher sozinha.

— Tomara que venham mais livros legais para a próxima geração que está crescendo. A geração dos meus pais, por exemplo, não lê muito. Tem gente que fala que a categoria jovem adulto não tem importância para a literatura, mas acho que é uma porta de entrada para outros livros — defende.

 Veja também
 
 Comente essa história