Ainda antes dos colonizadores começarem de fato o projeto de ocupação, Nossa Senhora do Desterro era uma porção de terra selvagem. A primeira clareira foi aberta próxima à praia onde aportaram as embarcações pioneiras, e na sequência uma cruz foi fincada para demarcar o lugar. Essa clareira transformou-se na Praça XV de Novembro, e no lugar da cruz foi erguida a primeira igreja onde hoje está a Catedral Metropolitana. No imperdível livro Nossa Senhora do Desterro - Os Primeiros Anos, o ilustrador Eleutério Nicolau da Conceição conta a história da Capital em quadrinhos. A obra, com lançamento nesta terça (22) na Assembleia Legislativa, é uma ficção histórica e iconográfica inédita de uma época perdida no tempo. 

Confira a tira do Armandinho para o DC deste terça-feira (22)

A história dos primeiros anos de Florianópolis é fragmentada. No século 17 as informações não eram propriamente documentadas. Muitas informações eram repassadas oralmente e os registros divergem em detalhes. Apenas no século 19 é que se começou a documentar. As fontes iconográficas são igualmente escassas e por isso o autor debruçou-se em pesquisas sobre modos, costumes, trajes e objetos dos séculos 16 e 17 para recriar em imagens os acontecimentos. 

- Não existe uma história contada da fundação de Florianópolis, apenas quatro ou cinco fragmentos. No século 19 aparecem mais referências, que são contraditórias e com detalhes muito diferentes - diz Conceição. 

Leia as principais notícias de entretenimento em Santa Catarina

Contrastando versões e bibliografias, o autor chegou numa história coerente. Para cobrir os vazios da história usou a imaginação. Foram dois anos de pesquisa, elaboração do texto final, diagramação e produção, uma a uma, das pinturas que ilustram.

HQ foi desenhada com caneta bico de pena Foto: Reprodução / Divulgação

DESENHOS COM BICO DE PENA E AQUARELA 

Aficionado por quadrinhos, Eleutério Nicolau da Conceição, 65 anos, é nascido e criado em Florianópolis. Ao longo de anos de pesquisas sobre a Capital descobriu que seu tataravô tinha uma chácara no alto da Rua Felipe Schmidt, onde hoje é o clube Lira, pela qual passou o imperador Dom Pedro II durante visita à cidade. 

Inspirou-se na estética francesa para contar a história de Florianópolis. Ele, aliás, é dono de preciosa seleção de edições italianas, francesas, americanas e brasileiras de HQs. O livro tem dimensões grandes, 24,5 por 32,5cm, e cada página foi primeiro pintada à mão em tamanho maior, 29,7 por 42 cm. 

Antes de começar a pintar, porém, fez extensa pesquisa bibliográfica, depois pensou o texto e dividiu-o por páginas. Feito isso começou a diagramação - quantos quadros por página, qual o corte - se panorâmico, quadrado, vertical. Depois veio a pesquisa iconográfica - como se vestiam no século 17, como eram os diferentes tipos de navios: 

- Os esboços simples feitos com lápis foram ajustados com base nas referências. Depois desenhei com caneta bico de pena e por fim vieram as cores, feitas com pincel e tinta aquarela. 

Conceição tentou reproduzir a primeira clareira aberta na Ilha de Santa Catarina e onde hoje está a Praça XV de Novembro Foto: Reprodução / Divulgação

Conceição é professor aposentado da UFSC de física geral e mecânica setorial. Conta sobre a profissão que exerceu com orgulho, lembrando que a aptidão para as artes o acompanha desde criança. Como um ser universal (assim o era também Leonardo Da Vinci), ele crê e comprova que matemáticos podem também ser abstratos. 

Nossa Senhora do Desterro - Os Primeiros Anos é o quarto livro em quadrinhos do autor. O primeiro foi Jerônimo Coelho - Esboço Biográfico, lançado em 2006. Na sequência começou a contar outras histórias de Santa Catarina na linguagem de HQ: Náufragos e Conquistadores e A Saga do Contestado, todos pintados à mão. 

A obra foi viabilizada por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura. Do total de 3 mil exemplares, mais da metade será distribuída para escolas de Santa Catarina, além de instituições culturais e bibliotecas da região da Grande Florianópolis. Ele já tem iniciadas pesquisas para outras histórias sobre o Estado. 

AGENDE-SE
O quê: lançamento do livro Nossa Senhora do Desterro - Os Primeiros Anos, de Eleutério Nicolau da Conceição
Quando: terça (22), às 19h
Onde: Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Rua Jorge Luz Fontes, 310, Centro, Florianópolis)
Quanto: gratuito  

 Veja também
 
 Comente essa história