Futebol com cabeça decapitada, matemática e brasileiros: veja 10 curiosidades de "Game of Thrones" Divulgação/Divulgação

Tyrion Lannister

Foto: Divulgação / Divulgação

Brasil em "GoT"

A sexta temporada da série terá a participação do carioca Diogo Sales, 30 anos, que será um guerreiro dothraki. Radicado em Londres desde 2011, o ator tem experiências no teatro e em produções independentes.

Mas Diogo não será o primeiro brasileiro de GoT, que já conta com Lino Facioli, 15 anos, vivendo o frágil Robin Arryn desde a primeira temporada. Nascido em Ribeirão Preto (SP), Lino mora no Reino Unido desde os quatro anos.

Diogo e Lino Foto: Facebook/HBO / Divulgação

Leia mais
Atores de "Game of Thrones" comentam os rumos da sexta temporada
Em esquete, Coldplay grava musical com atores de "Game of Thrones"

Spin-offs vêm aí?

Em entrevista ao site da revista Entertainment Weekly, George R.R. Martin comentou que não falta material para um spin-off de GoT. O escritor sugeriu que a continuação mais natural seria adaptar o livro O Cavaleiro Dos Sete Reinos, que reúne três contos (O Cavaleiro Andante, A Espada Juramentada e O Cavaleiro Misterioso).

— Cada novela poderia facilmente ser transformada em um filme de duas horas para a televisão — garantiu Martin.

O Verdadeiro Trono de ferro

Em um post de seu blog, George R.R. Martin comentou que o Trono de Ferro que ele imagina em seus livros é diferente daquele trono icônico da televisão. "A forma como o trono está descrito nos livros... IMENSO, elevado, negro e distorcido, com os degraus íngremes de ferro à frente, o assento alto, de onde o rei olha PARA BAIXO para ver todos na corte... meu trono é uma besta encurvada iminente na sala do trono, feia e assimétrica... O trono da HBO não é nada disso", disse na publicação, além de postar uma ilustração de seu trono ideal, feita pelo artista francês Marc Simonneti.

Foto: Marc Simonneti / Not A Blog

Fã presidencial

O presidente norte-americano, Barack Obama, é tão fã de GoT que costuma solicitar cópias antecipadas dos episódios para os produtores antes de irem ao ar. Há relatos de que Obama teria feito o pedido em 2014 e que o repetiu neste ano.

– Quando o comandante supremo diz "quero ver episódios avançados", o que você vai fazer? – brincou David Benioff, produtor da série.

O protagonista

Com vários personagens dividindo as atenções na série, algo usual na chamada dramaturgia de folhetim, é difícil apontar só um protagonista da trama. Para tentar resolver essa dúvida, um grupo de pesquisadores da Universidade Macalester, dos Estados Unidos, elaboraram um estudo matemático para descobrir o personagem principal da saga. Utilizando algoritmos e ciência de rede, além de analisar o relacionamento entre os personagens, a pesquisa chegou a conclusão que Tyrion Lannister poderia ser considerado o protagonista de GoT.

Algorítmo da morte

Mais matemática: um grupo de estudantes da Technical University of Munich (TUM) criou um algoritmo para tentar prever as mortes da série. Os alunos combinam informações como a trama dos livros e tuítes de fãs para indicar a possibilidade de uma personagem morrer. No topo da lista, está o atual rei de Westeros, Tommen Baratheon, com a probabilidade de 97% de ser a próxima vítima. 

Futebol com a cabeça decapitada

Ned Stark, personagem interpretado por Sean Bean, tem a sua cabeça decapitada no final da primeira temporada. Em uma sessão de perguntas e respostas no fórum Reddit, o ator admitiu que foi um pouco assustador deparar uma prótese de sua cabeça. No entanto, ele superou o estranhamento de uma maneira esportiva: 

– Nós jogamos futebol com a cabeça – contou.

HBO quase desistiu da série após o piloto

Durante a première da quarta temporada, Sophie Turner, que interpreta Sansa Stark, revelou que o piloto da série não agradou à HBO. 

– Nós tivemos que refilmar basicamente tudo porque estava muito ruim – disse a atriz. 

Gravado em 2009, o piloto tinha contava com alguns atores e atrizes diferentes, como Tamzin Merchant (Salem) vivendo Daenerys Targaryen e Jennifer Ehle (O Discurso do Rei e Cinquenta Tons de Cinza) sendo Catelyn Stark. As duas foram substituídas, respectivamente, por Emilia Clarke e Michelle Fairley.

Pegadinha dos roteiristas

Sophie Turner também revelou que os roteiristas gostam de pregar algumas peças, como criar scripts falso anunciando mortes dos personagens. 

– Depois de três semanas, eles revelam que tudo é uma piada – relatou a atriz em entrevista à BBC Radio.

Spoiler de Stephen King

As revelações cruciais sobre a trama nas redes sociais costumam irritar os fãs da saga. Era pior na época em que a série ainda acompanhava o livro, como na quarta temporada. Durante a exibição de um episódio bastante aguardado, o escritor Stephen King (O Iluminado e A Coisa) comentou em seu Twitter a morte de um vilão, xingando-o. Seguidores de King ficaram inconformados com o spoiler, e o escritor respondeu: "Qual é, caras, isso está nos livros há uns 15 anos, e o episódio passou esta noite". 

"Outro spoiler: Romeu e Julieta morrem no ato 5", provocou em seguida.


>

 DC Recomenda
 
 Comente essa história