Quatro razões para ir à Festa Nacional do Pinhão, em Lages Marco Favero / Agência RBS/Agência RBS

Foto: Marco Favero / Agência RBS / Agência RBS

Difícil dizer o que é mais gostoso: paçoca de pinhão ou entrevero? Ponche ou quentão? Na dúvida, a dica é experimentar um de cada. Lageanos e turistas que aproveitaram os primeiros dias da Festa do Pinhão listam alguns motivos para curtir a festa:

|| Paçoca de Pinhão ou Entrevero? Na dúvida, coma os dois

Entrevero de pinhão Foto: Marco Favero / Agência RBS

- A paçoca é feita com pinhão moído junto com carne, mais sequinha. Já o entrevero você sente bem o sabor do pinhão inteiro e das carnes – suína, bovina e de frango - explica a professora diz Isabel Carnelutti Oliveira Leite, 43 anos, que veio de Petrolândia, no Alto Vale do Itajaí, com o marido e amigos.

Bruno e Barreto e Só Pra Contrariar animam primeira noite 
Baião filosófico de Zé Ramalho abre a noite de sábado da Festa

Os dois pratos são típicos e podem ser consumidos sozinhos ou acompanhados de pão. Este ano a Festa do Pinhão tem algumas novidades, como o hambúrguer de pinhão e até trufa de chocolate recheada com pinhão.

|| Ponche para esquentar

Foto: Marco Favero / Agência RBS

Festa do Pinhão só combina com temperatura baixa, e temperatura baixa combina com uma bebida para esquentar. Para o administrador Alex Cardoso, 34 anos, a melhor bebida é o ponche, bem tradicional em Lages: é a mistura de quentão com gemada e chantili.

|| Shows nacionais

A possibilidade de assistir numa mesma noite grandes nomes da música brasileira é também um dos grandes atrativos da Festa. 

Banda Nenhum de Nós foi última atração da segunda noite Foto: Marco Favero / Agência RBS

- Acho legal o fato de virem muitos artistas para a cidade. A programação é sempre eclética e, além do mais, tem palco alternativo com outras músicas - recomenda a cuidadora Rosalina Farias, 43 anos.

Este ano o palco alternativo tem música eletrônica, no Backstage Prime.

Leia também
Palco Nativista é referência em valorização da música regional 
De Zé Ramalho a Henrique & Juliano: as atrações nacionais da Festa do Pinhão

|| A dança e a cultura Serrana: ¿dois e dois ou dois e um¿

Mesmo quem não leva muito jeito, para dançar uma vanerão não tem mistério. Pode ser dois passos para a direita e dois para esquerda ou a fórmula do dois e um. 

Dança e música folclórica Foto: Marco Favero / Agência RBS

- Não tem segredo. Vai no embalo do parceiro e se entregue - diz o advogado Luís Fernando Rossi, 33 anos, de Lages. 

Para ele, o melhor da Festa do Pinhão é a oportunidade de conhecer a cultura serrana, a culinária e a hospitalidade dos lageanos.

Leia as últimas notícias de Entretenimento no DC

 Veja também
 
 Comente essa história