Obra sem título da artista Angelita Cardoso, que estará no O Sítio Coworking a partir desta terça-feira Foto: João Musa / Divulgação

Terça-feira (7/3):

Cineclube Ó Lhó Lhó exibe "Que horas ela volta?"

Foto: Divulgação / Globo Filmes

O filme conta a história da pernambucana Val (Regina Casé), doméstica em São Paulo, e de sua filha Jéssica (Camila Márdila), que é recebida na casa em que a mãe trabalha para fazer vestibular na cidade.

Horário: 12h
Local: Auditório do Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC (Avenida Mauro Ramos, 950, Centro)
Gratuito

8º Conexão Anitas

Encontro de mulheres empreendedoras e que trabalham com tecnologia. Haverá conversas e painéis sobre a mulher no mundo do trabalho. Inscrições aqui.

Horário: 19h
Local: Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia - Acate (Rod. SC 401, Km 4 - Centro de Inovação ACATE Primavera, Saco Grande)
Gratuito, mas com vagas limitadas.

Exibição do curta "Resposta das mulheres: nosso corpo, nosso sexo" e mesa-redonda

O curta-metragem Resposta das mulheres: nosso corpo, nosso sexo (1975), de Agnés Varda, é uma resposta possível à pergunta `O que é ser uma mulher?¿. Haverá também uma mesa redonda com Kerexu Yxapyry (líder índigena Mbya Guaraní), Carla Salasário Ayres (cientista política, ACONTECE - Arte e Política LGBT), Íris Gonçaves Martins (advogada e organizadora do 8M - SC) e Cíntia Bittar (realizadora). 

Horário: 19h
Local: Auditório Bloco G, Unisul PB (Av. Pedra Branca, 25, Cidade Universitária - Palhoça)
Gratuito

Exposição Conhece-te a ti mesma, de Angelita Cardoso

A mostra aborda a masturbação feminina em sua expressão mais delicada. A proposta é estabelecer um diálogo sobre a masturbação e a sexualidade feminina a partir de um conjunto de imagens em gravuras em metal, monotipias, desenhos e aquarelas.

Horário: abertura às 19h30. A partir de 8/3 visitação das 9h às 21h
Local: O Sítio Coworking (Rua Francisca Luisa Vieira, 53, Lagoa da Conceição)
Gratuito

Quarta-feira (8/3):

Debate Sexualidade feminina e tabus

O debate irá abordar temas como a descoberta do próprio corpo (e do prazer) através da masturbação, em suas diversas dimensões – da política à social, da psicanalítica à estética. A mesa de discussão será formada por: Angelita Cardoso (mediadora), Lucena Dall'Alba, Olinda Evangelista e Paula Guimarães (debatedoras).

Horário: 19h30 às 21h
Local: O Sítio Coworking (Rua Francisca Luisa Vieira, 53, Lagoa da Conceição)
Gratuito

Espetáculo ¿Boneca de Pano¿, com (Em) Companhia de Mulheres 

Três atrizes interpretam suas experiências enquanto mulheres e saltam da esfera privada para a pública num misto de denúncia e confissão. Classificação: 15 anos. 

Horário: às 20h
Local: Teatro Sesc Prainha (Travessa Siryaco Atherino, 100 - Centro)
Gratuito

Quinta-feira (9/3):

Exibição do filme Antonieta, de Flavia Person

A florianopolitana Antonieta de Barros foi a primeira mulher negra na política brasileira, em 1935 Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação

Documentário sobre Antonieta de Barros (1901-1952), mulher, negra, professora, cronista, feminista e em 1935 se tornou a primeira negra a assumir um mandato popular no país.

Horário: 14h 
Local: Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC) – Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica 
Gratuito

Espetáculo Preta-a-Porter - seguido de debate

Performance que parte de histórias e de conflitos enfrentados na vida cotidiana da população negra, trazidas da vida de cada artista que participa ou já participou do Coletivo Nega, que apresenta o espetáculo. 

Horário: 19h30
Local: Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) – Localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC) – Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica
Gratuito

Espetáculo ¿Boneca de Pano¿, com (Em) Companhia de Mulheres 

Três atrizes interpretam suas experiências enquanto mulheres e saltam da esfera privada para a pública num misto de denúncia e confissão. Classificação: 15 anos. 

Horário: às 20h
Local: Teatro Sesc Prainha (Travessa Siryaco Atherino, 100 - Centro)
Gratuito

Sexta-feira (10/3):

Oficina Marias vão com as outras: juntas somos mais fortes!

"O que é ser menina nos dias de hoje?" Gabriela da Silva, Izabele Cristini da Silva e Rafaella Machado, idealizadoras do projeto Marias vão com as outras, partem desta indagação para  empoderar meninas, desconstruindo a normatividade do que é e de como é ser mulher. Voltada a adolescentes de 10 a 14 anos.

Horário: 15h 
Local: Museu de Arte de Santa Catarina (MASC), no Centro Integrado de Cultura (CIC) - Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica
Gratuito

Sábado (11/3):

Mesa de discussão: o papel da mulher na sociedade contemporânea

Participantes: Luisa Gutierrez, Neli Goes Ribeiro, Márcia Batistela, Coletivo Elza e Portal Catarinas.

Horário: 18h
Local: Museu de Arte de Santa Catarina (MASC), no Centro Integrado de Cultura (CIC) – Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica
Gratuito

Apresentação do Cores de Aidê

Apresentação musical do grupo de mulheres percussionistas Cores de Aidê. Nascido no Morro do Quilombo, o grupo parte da influência afro brasileira para suas composições, arranjos e coreografias. 

Horário: 19h 
Local:
Gramado do Centro Integrado de Cultura (CIC) (Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica)
Gratuito

Show Napkin e Velvet Lips

Napkin (Joinville) e Velvet Lips (Floripa), duas bandas lideradas por mulheres, tocam em um evento para relembrar a luta das mulheres por uma sociedade mais igual.  

Horário: a partir das 23h 
Local: 
Célula Showcase (Rodovia João Paulo, 75 - Saco Grande)
Ingresso: R$15 (1º lote)

Leia mais:


Criciúma terá oficinas voltadas ao mercado de trabalho no Dia Internacional da Mulher

Maria da Penha: "A mulher morre dentro de casa, onde ela deveria ser protegida

Viviane Bevilacqua: Não queremos rosas no Dia da Mulher. Queremos respeito.


 Veja também
 
 Comente essa história