Tagore apresenta nova psicodelia nacional em show em Florianópolis Sony Music/Divulgação

Vocalista que batiza o grupo assume influência de Tame Impala, mas não descarta referências antigas, como Pink Floyd

Foto: Sony Music / Divulgação

A banda pernambucana Tagore desembarca hoje em Florianópolis para o show de lançamento do disco Pineal. Na bagagem, traz as cores e aromas de um dos melhores álbuns do ano passado, responsável por colocar o grupo na linha de frente da nova psicodelia nacional junto com expoentes como Boogarins e Bike. A fritura está marcada para 22h na Casa de Noca, na Lagoa da Conceição, com abertura da itajaiense Óros Boros.

– Credito muito nossa fase atual ao Tame Impala. Assisti ao show deles em 2014 e vi que era bem aquilo que eu queria fazer. Outros que nos influenciaram bastante são Flaming Lips e Unknown Mortal Orchestra, assim como Pink Floyd e artistas mais antigos que também são referências para essa turma de fora que está renovando o estilo – explica o vocalista de 29 anos que empresta nome à banda.

Os australianos citados como principal influência fizeram com que o Tagore dialogasse mais com a lisergia contemporânea do que no antecessor, Movido a Vapor, de 2014. Pineal foi gravado de forma independente no segundo semestre de 2015 em um apartamento alugado na praia de Boa Viagem, em Recife. Ao participar de uma coletânea da Sony em março de 2016, o grupo acabou pirando a cabeça da gravadora, que estampou seu selo no disco.

– Essa facilidade de produzir em casa leva o artista a um estado de introspecção, a uma viagem ao seu interior que induz o som a ser psicodélico. A gente se sente sem amarras, livre para distorcer os sentidos – diz o filho de uma professora de yoga batizado em homenagem ao poeta indiano cuja alcunha significa "pequeno raio de sol". 

AGENDE-SE
O quê:
show de lançamento do disco Pineal, da banda Tagore
Quando: 21/4, a partir das 22h
Onde: Casa de Noca (Av. das Rendeiras, 1176 - Lagoa da Conceição, Florianópolis)
Quanto: ingressos à venda no local por R$ 15 (até 0h00) e R$ 20


 Veja também
 
 Comente essa história