Principal prêmio de artes do Brasil tem dois catarinenses entre os vencedores Fernando Lindote/Reprodução

Obra "Guardião", de Fernando Lindote

Foto: Fernando Lindote / Reprodução

O artista Fernando Lindote é um dos vencedores do Prêmio Marcantonio Vilaça, considerado o mais importantes das artes visuais no Brasil. Ele foi selecionado junto com outros quatro artistas brasileiros — Daniel Lannes (RJ), Jaime Lauriano (SP), Pedro Motta (MG) e Rochelle Costi (SP) — dentre 20 finalistas. Além dele, o historiador de arte e curador Josué Mattos, atual administrador do Museu de Artes de Santa Catarina (Masc), foi vencedor na categoria Curadoria.

A partir desta sexta, uma exposição exibirá as obras de todos os finalistas no Museu do Jardim Europa, em São Paulo, até 1º de outubro. Os artistas vencedores receberão como prêmio a quantia de R$ 50 mil cada. Também serão acompanhados por um curador ou crítico de arte no desenvolvimento de obras a serem apresentadas em mostras itinerantes em quatro cidades do país, a partir de dezembro de 2017. O premiado em Curadoria receberá como prêmio R$ 25 mil.

Os jurados da sexta edição foram Anna Bella Geiger, Marcus Lontra, Paulo Herkenhoff, Ricardo Resende e Wagner Barja.

Lindote nasceu na fronteira entre o Rio Grande do Sul e o Uruguai e vive em Florianópolis há 34 anos. Além de ter o trabalho como artista reconhecido, dentro e fora do Brasil, com participações em bienais, ele atua também como curador.

Jousé Mattos nasceu em Criciúma, graduou-se em História da Arte e Arqueologia na Université Paris X Nanterre, em Paris. Em 2009, concluiu o mestrado em Práticas Curatoriais, na Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne. Desde 2010, realiza ateliês de acompanhamento de projetos de arte, debates e júris de salão de artes.

Josué Mattos é o atual administrador do Masc Foto: Felipe Carneiro / Agencia RBS

O Prêmio CNI SESI SENAI Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas é um dos mais tradicionais prêmios de arte do país. Nas cinco edições anteriores, 25 artistas e dois curadores foram contemplados. O prêmio propõe a integração das artes em suas diversas manifestações e promove o fortalecimento dos acervos públicos brasileiros. A premiação também estimula a diversidade e a compreensão de valores éticos e estéticos por meio de iniciativas de arte-educação.

Você sabe quem foi Marcontonio Vilaça?

Marcantonio Vilaça (1962 - 2000) foi um artista plástico e advogado pernambucano, e um dos maiores colecionadores de arte contemporânea brasileira. Ficou reconhecido por lançar novos artistas no mercado brasileiro e internacional de artes e por fortalecer a imagem das artes do Brasil internacionalmente.

Os 20 artistas finalistas da 6ª edição do Prêmio Marcantonio Vilaça (2017-2018):

Alice Miceli (RJ)
Bruno Vilela (PE)
Camila Soato (DF)
Dalton Paula (GO)
Daniel Lannes (RJ)
Éder Oliveira (PA)
Edith Derdyk (SP)
Fernando Lindote (SC)
Jaime Lauriano (SP)
João Angelini (DF)
João Loureiro (SP)
Marcelo Moscheta (SP)
Mariana Manhães (RJ)
Pablo Lobato (MG)
Pedro Motta (MG)
Rochelle Costi (SP)
Rodrigo Sassi (SP)
Suzana Queiroga (RJ)
Thiago Martins de Mello (MA)
Tony Camargo (PR)

Leia também
Ana Carolina apresenta clássicos da carreira em Bal. Camboriú e Florianópolis 
"O estranho que nós amamos" e mais 5 estreias nos cinemas de SC nesta semana

 Veja também
 
 Comente essa história