Obra de Gilvan Samico, da 32 Bienal de Arte de SP, que será exposta em Itajaí
Obra de Gilvan Samico, um dos oito artistas cujas obras foram selecionadas para itinerâcia em ItajaíFoto: Gilvan Samico / Reprodução

Itajaí é a única cidade do Sul do Brasil que receberá a exposição itinerante da 32ª Bienal de Artes de São Paulo, realizada no ano passado. A mostra será exibida no Sesc Itajaí entre 6 de outubro e de 3 dezembro.

Obras selecionadas de oito artistas brasileiros e estrangeiros que participaram da Bienal terão os trabalhos expostos em Santa Catarina.

Pesquisadores e artistas receberão pessoas interessadas ou grupos para visitas guiadas e conversas sobre as temáticas das obras. Basta agendar pelo e-mail agendabienal@sesc-sc.com.br.

Batizada Incerteza Viva, a 32ª Bienal de Arte de SP ocorreu entre setembro e dezembro de 2016 e propôs uma reflexão sobre as atuais condições da vida e as estratégias oferecidas pela arte contemporânea para acolher ou habitar incertezas. Participaram 81 artistas e coletivos de todo o mundo, sob a curadoria de Jochen Volz e dos cocuradores Gabi Ngcobo (África do Sul), Júlia Rebouças (Brasil), Lars Bang Larsen (Dinamarca) e Sofía Olascoaga (México).

Esta é a quarta edição das mostras itinerantes com recortes da Bienal de São Paulo. Além de Itajaí, as cidades de Campinas (SP), Belo Horizonte, Ribeirão Preto (SP), Brasília, Cuiabá, São José dos Campos (SP), São José do Rio Preto (SP), Garanhuns (PE), Palmas, Santos e Fortaleza também receberão mostras. Fora do Brasil, estão confirmadas itinerâncias na Colômbia e em Portugal.

Artista/artist: Jonathas de Andrade1982, Maceió, Brasil [Brazil]. Vive em/lives in: Recife, BrasilTítulo do trabalho/work title: O peixe [The Fish], 2014-2015Foto/photo: Jonathas de AndradeObra foi exposta na 32 Bienal de Arte de SP e será exibida em Itajaí
Cena do curta O Peixe , de Jonathas de Andrade, que esteve na Bienal de Artes de SP e será exibido em ItajaíFoto: jonathas de Andrade / Divulgação

 Confira um roteiro com 20 pontos culturais de Itajaí

 Veja também
 
 Comente essa história