Agora ela vem: Pabllo Vittar se apresenta no 1007 Festival em Florianópolis Andréa Graiz/Agencia RBS

Cantora drag queen é fenômeno

Foto: Andréa Graiz / Agencia RBS

Depois de cancelar sua participação no primeiro 1007 Festival, em Florianópolis, por motivos de saúde, a cantora e drag queen Pabllo Vittar vem para a segunda edição do evento. O show será no dia 5 de novembro, no Stage Music Park, em Jurerê Internacional. 

A primeira edição do festival promovido pela casa noturna 1007 foi realizada em agosto, na Life Club, também na Capital. O line-up contava com Pabllo Vittar e Lia Clark, mas Pabllo não pôde comparecer por conta de complicações de saúde - na época, ela cancelou toda sua agenda, incluindo sua apresentação no Criança Esperança. Por aqui, a cantora foi substituída por Ludmilla, que homenageou Pabllo em diversos momentos do show. 

Desta vez, Lia Clark volta a subir no palco e abre o show de Pabllo - depois de cada uma fazer sua própria apresentação, as duas se juntam para cantar músicas produzidas em conjunto, como Tome Curtindo

Uma curiosidade: um junho de 2016, antes de explodir em todo o Brasil, Pabllo Vittar se apresentou numa festa Nude, no 1007.

Ingresso solidário

Quem doar um quilo de alimento (que deve ser deixado na bilheteria do evento) ganha desconto no valor do ingresso. Os alimentos arrecadados serão destinados à ONG ADEH - Associação em Defesa dos Direitos Humanos com Enfoque na Sexualidade, que atua na redução de danos e acolhimento da comunidade LGBT em Florianópolis há mais de duas décadas.

Agende-se
1007 Festival com Pabllo Vittar e Lia Clark
Quando: 5 de novembro, às 17h
Onde: Stage Music Park (Rod. Maurício Sirotsky Sobrinho, 1050, Jurerê Internacional, Florianópolis)
Quanto: R$ 90 e R$ 45 (meia) ou R$ 50 ingresso solidário, via Blueticket

Leia mais:  

VÍDEO: traída pelo look em show cheio de hits, Anitta é o destaque do Prêmio Multishow

Saiba onde será e como vai funcionar o primeiro bar de gelo de Florianópolis 

Marina Ruy Barbosa desculpa-se por campanha de papel higiênico considerada racista


 Veja também
 
 Comente essa história