Documentário chama atenção para condição patrimonial dos engenhos de farinha de mandioca Vagaluzes Filmes/Divulgação

Filme mostra desde produções urbanas de mandioca na Capital até exemplos de uso coletivo da terra para a produção do alimento

Foto: Vagaluzes Filmes / Divulgação

O documentário Cultura de Engenho: patrimônio e resistência, que busca sensibilizar a sociedade para a preservação do patrimônio agroalimentar, será lançado no Centro Integrado de Cultura - CIC, na Capital, nesta quinta-feira (5), com presença de seus protagonistas - agricultores familiares de Florianópolis, Imbituba, Garopaba e outras comunidades que compõem a Rede Catarinense de Engenhos de Farinha. O evento começa às 16h e é gratuito.

Ganhador do Elisabete Anderle 2015 no segmento Patrimônio Imaterial, o filme mostra desde produções urbanas de mandioca na Capital catarinense até exemplos de uso coletivo da terra para a produção do alimento no Sul do Estado. Cultura de Engenho retrata a condição patrimonial dos engenhos e traz depoimentos de agricultores, artesãos, cozinheiras e comedores, mostrando exemplos de como o comer e o produzir alimentos podem ser atos políticos e culturais. 

Os engenhos tiveram momentos de apogeu, como quando a farinha era exportada na segunda metade do século XIX, e passaram por um processo de extinção a partir dos anos 1970, quando passaram a sofrer restrições com a criação de leis sanitárias e urbanização acelerada, além de mudanças nos hábitos alimentares. Hoje, em número reduzido, produzem farinha polvilhada e outros alimentos e se consolidam como representações da memória e identidade cultural de Santa Catarina. 

Vários deles se tornaram Ponto de Cultura a partir de 2009, em uma iniciativa do Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo (CEPAGRO) e no âmbito do Cultura Viva, programa do Ministério da Cultura. Atualmente, o Ponto de Cultura Engenhos de Farinha vem mobilizando a sociedade para o reconhecimento dos engenhos de farinha como patrimônio cultural e imaterial, além de articular a Rede Catarinense de Engenhos de Farinha. 

O filme faz parte dessa mobilização para o reconhecimento das práticas e saberes associadas aos engenhos de farinha do Estado como patrimônio - no mesmo dia da estreia, será lançada uma campanha nas redes sociais com a hashtag #engenhoépatrimônio. Após a exibição, será realizado um debate com lideranças comunitárias do Ponto de Cultura Engenhos de Farinha, pesquisadores, representantes do IPHAN/SC e o vereador Marquito. O debate será seguido um café agroecológico. 

Documentário Cultura de Engenho: patrimônio e resistência será lançado no CIC no dia 5 de outubro, na presença de seus protagonistas - agricultores familiares de Florianópolis, Imbituba, Garopaba, entre outras comunidades que compõem a Rede Catarinense de Engenhos de Farinha
Foto: Vagaluzes Filmes / Divulgação

Agende-se
Lançamento do documentário Cultura de Engenho: patrimônio e resistência, com debate e café
Quando: quinta-feira (5), das 16h às 19h
Onde: Centro Integrado de Cultura - CIC (Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica, Florianópolis)
Quanto: evento gratuito

Leia mais: 

Boi de mamão e cultura de Florianópolis inspiram novo desenho animado da Nickelodeon

 Orquestra Manancial da Alvorada reinventa trilha sonora de Tempos Modernos, clássico de Chaplin 

 Seletiva do concurso da Realeza da Oktoberfest é anulada em Blumenau


 Veja também
 
 Comente essa história