Silviano Santiago vence o Jabuti com romance sobre Machado de Assis Ver Descrição/Ver Descrição

Foto: Ver Descrição / Ver Descrição

Com uma obra sobre Machado de Assis, o escritor e crítico literário Silviano Santiago venceu a categoria romance, uma das principais do Jabuti, o mais tradicional prêmio literário do país. A Câmara Brasileira do Livro, responsável pela organização da premiação, anunciou na tarde desta terça-feira os ganhadores nas 29 categorias do prêmio, que incluem, além de romance, Conto e Crônica, Poesia, Juvenil e Tradução, . Nesta 59ª edição do Jabuti, duas novas categorias foram contempladas pela primeira vez: História em  Quadrinhos e Livro Brasileiro Publicado no Exterior. Além de Santiago, nomes como Veronica Stigger, Marilena Chauí e Eva Furnari estão entre os contemplados.

 Os três autores de Santa Catarina indicados — Cristovão Tezza, Manu Cunhas e Luciano Góes — levaram o prêmio de segundo lugar nas categorias Romance, Ilustração e Direito, respectivamente, com as obras A Tradutora (Editora Record), Outras Meninas (Editora Independente) e A "tradução" de Lombroso na Obra de Nina Rodrigues: O racismo como base estruturante da Criminologia Brasileira (Editora Revan). 

A escolha foi feita entre 2.460 livros inscritos. A cerimônia de premiação será realizada em 30 de novembro, no Auditório Ibirapuera, quando serão conhecidos os vencedores das categorias Livro da Ano de Ficção e do Livro do Ano de Não Ficção, selecionados entre os premiados das demais categorias. Além disso, Ruth Rocha será homenageada pelo conjunto da obra.

Machado, a obra de Silviano Santiago, é um volume que mescla romance e ensaio crítico literário para enfocar os últimos três anos de vida de Machado de Assis, entre 1905 e 1908. É um Machado já em seus anos de declínio, sofrendo com acessos cada vez mais constantes de epilepsia e com a falta de sua mulher e grande amor, Carolina, falecida em 1904. O romance de Santiago, publicado pela Companhia das Letras, concorre ainda ao Prêmio São Paulo e Oceanos. O segundo e terceiro lugares da categoria romance ficaram, respectivamente, com A Tradutora, de Cristovão Tezza (Record), e Outros Cantos, de Maria Valéria Rezende (Alfaguara).

A escritora gaúcha radicada em São Paulo Veronica Stigger foi premiada na categoria Contos e Crônicas, com Sul (Editora 34), também finalistas do Prêmio Oceanos. Na categoria poesia, o vencedor foi Quase Todas as Noites, de Simone Brantes. Marilena Chauí venceu na categoria Ciências Humanas, com A Nervura do Real II (Companhia das Letras). Um Copo de Cólera, de Raduan Nassar, publicado pela Penguin Random House do Reino Unido com o título de A Cup of Rage, foi o melhor livro brasileiro publicado no exterior. 

A acadêmica e crítica gaúcha Paula Ramos foi premiada na categoria Arquitetura, Urbanismo, Artes e Fotografia, com A Modernidade Impressa: Artistas Ilustradores da Livraria do Globo, publicado pela Editora da UFRGS

Veja a lista completa dos vencedores do 59º Prêmio Jabuti

Romance
1º) Machado, de  Silviano Santiago (Companhia das Letras)
2º) A Tradutora, de Cristovão Tezza (Record)
3º) Outros Cantos, de Maria Valéria Rezende (Companhia das Letras)

Contos e Crônicas
1º) Sul, de Veronica Stigger (Editora 34)
2º) Se for pra chorar que seja de alegria, de Ignácio de Loyola Brandão (Global)
3º) Caixa Rubem Braga, Crônicas de Rubem Braga, com organização de André Seffrin, Bernardo Buarque de Hollanda e Carlos Didier (Autêntica)

Poesia
1º) Quase Todas as Noites, de Simone Brantes (7letras)
2º) A Palavra Algo, Luci Collin (Iluminuras)
3º) Identidade, de Daniel Francoy (Urutau)

Infantil
1º) Drufs, de Eva Furnari (Editora Moderna)
2º) Se Eu Fosse. Um bicho, uma planta ou até um objeto, minha vida seria muito diferente, de Luisa Massarani (Publifolha Editora: Selo Publifolhinha)
3º) A Boca da Noite, de Cristino Wapichana (Zit Editora - Meneghetti's Gráfica e Editora)

Infantil Digital
1º) Kidsbook Itaú Criança, de Marcelo Rubens Paiva e Alexandre Rampazo, Luis Fernando Verissimo e Willian Santiago, Fernanda Takai e Ina Carolina, Adriana Carranca e Brunna Mancuso, Antonio Prata e Caio Bucaretchi (Agência Africa)
2º) Nautilus - Baseado na Obra Original de Jules Verne: Vinte Mil Léguas Submarinas, de Maurício Boff e Fernando Tangi (ilustrador) (Storymax)
3º) Quanto Bumbum!, de Isabel Malzoni (texto) e Cecilia Esteves (arte) (Editora Caixote/Webcore)

Juvenil
1º) Dentro de Mim Ninguém Entra, de José Castello (Berlendis & Vertechia)
2º) Vozes Ancestrais, de Daniel Munduruku (FTD Educação)
3º) O Caderno da Avó Clara, de Susana Ventura (SESI-SP Editora)

Adaptação
1º) Romeu e Julieta, de Walcyr Carrasco - Editora: Editora Moderna
2º) A Ilha do Tesouro, de Rodrigo Machado - (FTD Educação)
3º) Samba de uma noite de Verão, de Renato Forin Jr. (KAN Editora)

Didático e Paradidático
1º) África e Brasil História e Cultura, de Eduardo D'Amorim (FTD Educação)
2º) Com os pés na África, de Sérgio Túlio Caldas (Editora Moderna)
3º) Terra de Cabinha: Pequeno inventário da vida de meninos e meninas do Sertão, de Gabriela Romeu (Peirópolis)

Histórias em Quadrinhos
1º) Castanha do Pará, de Gidalti Oliveira Moura Júnior (Publicação Independente)
2º) Hinário Nacional, de Marcello Quintanilha (Veneta)
3º) Quadrinhos dos Anos 10, de André Dahmer (Companhia das Letras)

Biografia
1º) Caio Prado Júnior: Uma biografia política, de Luiz Bernardo Pericás (Boitempo)
2º) Xica da Silva: a Cinderela Negra, de Ana Miranda (Record)
3º) Enquanto Houver Champanhe, Há Esperança: Uma biografia de Zózimo Barrozo do Amaral, de Joaquim Ferreira dos Santos (Intrínseca)

Reportagem e Documentário
1º) Petrobras: Uma história de Orgulho e Vergonha, de Roberta Paduan (Companhia das Letras)
2º) Nazistas entre nós: A trajetória dos oficiais de Hitler depois da guerra, de Marcos Guterman (Editora Contexto)
3º) O Livro dos Bichos, de Roberto Kaz (Companhia das Letras)

Psicologia, Psicanálise e Comportamento
1º) A Clínica Psicanalítica em Face da Dimensão Sociopolítica do Sofrimento, de Miriam Debieux Rosa (Editora Escuta)
2º) O Adolescente e a Internet: Laços e Embaraços no Mundo Virtual, de Cláudia Prioste (Editora da USP/FAPESP)
3º) De que Cor Será Sentir?: Método Psicanalítico na Psicose, de Marina de Oliveira Costa (Manole Editora)

Ilustração
1º) Knispel: Retrospectiva 1950-2015, com ilustrações Gershon Knispel (Editora Maayanot)
2º) Outras Meninas, com ilustrações de Manu Cunhas (Editora Independente)
3º) Rio Sketchbook, com ilustrações de Eduardo Bajzek (Marte Cultura e Educação)

Ilustração de Livro Infantil ou Juvenil
1º) Adélia, com ilustrações de Jean-Claude Alphen (Editora Pulo do Gato)
2º) Teleco, o Coelhinho, com ilustrações de Odilon Moraes (Positivo)
3º) Nuno e as Coisas Incríveis, com ilustrações de André Neves (Jujuba Editora)

Capa
1º) Casa Rex / Gustavo Piqueira, por História da Teoria da Arquitetura (Editora da Universidade de São Paulo)
2º) Celso Longo e Daniel Trench, por Millôr: Obra gráfica (Editora IMS)
3º) Flavio Flock, por Diário de Francisco Brennand: O Nome do Livro e o Nome do Outro (Inquietude Brennand Fortes Produções Culturais)

Projeto Gráfico
1º) Patrícia Rezende e Valquíria Rabelo, por Estórias da Rua que foi Balsa: Trilhas e Intuições na Educação Popular em Saúde (Editora: Guayabo Edições)
2º) Casa Rex / Gustavo Piqueira , por História da Teoria da Arquitetura (Editora da USP)
3º) Beatriz Lamego, por Aniki Bóbó (Verso Brasil Editora)

Teoria/Crítica Literária, Dicionários e Gramáticas
1º) Machado de Assis e o Cânone Ocidental: Itinerários de Leitura, de Sonia Netto Salomão (EDUERJ)
2º) O Mundo Sitiado: A Poesia Brasileira e a Segunda Guerra Mundial, de Murilo Marcondes de Moura (Editora 34)
3º) De Volta ao Fim: O "Fim das Vanguardas" Como Questão da Poesia Contemporânea, de Marcos Siscar (7letras)

Tradução
1º)  Mário Luiz Frungillo, por Conversações com Goethe nos Últimos Anos de Sua Vida: 1823-1832 (Unesp)
2º) José Francisco Botelho, por Romeu e Julieta (Companhia das Letras)
3º) Rita Kohl, por Ouça a Canção do Vento / Pinball, 1973 (Companhia das Letras)

Livro brasileiro publicado no exterior
1º) A Cup Of Rage, de Raduan Nassar, (Penguin Random House UK)
2º) Enigmas of Spring, de João Almino (Dalkey Archive Press)
3º) Mijn Duitse Broer, de Chico Buarque (Penguin Random House Uk - De Bezige Bij)

Arquitetura, Urbanismo, Artes e Fotografia
1º) A Modernidade Impressa: Artistas Ilustradores da Livraria do Globo, de Paula Ramos (Editora da UFRGS)
2º) Millôr: obra gráfica, de Cássio Loredano, Julia Kovensky e Paulo Roberto Pires (Editora: IMS)
3º) Lentes da Memória: A descoberta da fotografia de Alberto de Sampaio, 1888-1930, de Adriana Martins Pereira (Bazar do Tempo)

Ciências da Natureza, Meio Ambiente e Matemática
1º) A espiral da morte, de Claudio Angelo (Companhia das Letras)
2º) A simples beleza do inesperado, de Marcelo Gleiser (Record)
3º) Os cientistas da minha formação, de Mario Novello (Editora Livraria da Física)

Ciências da Saúde
1º) Zika: do Sertão nordestino à ameaça global, de Debora Diniz (Civilização Brasileira)
2º) Medicina Cardiovascular - Reduzindo o impacto das doenças, de Roberto Kalil Filho, Valentin Fuster e Cícero Piva de Albuquerque (Editora Atheneu)
3º) Neurofisiologia básica para profissionais da área de saúde, de Márcia Radanovic, Eliane Mayumi Kato-narita (Editora Atheneu)

Ciências Humanas
1º) A Nervura do Real II, de Marilena Chaui (Companhia das Letras)
2º) A radiografia do golpe: entenda como e por que você foi enganado, de Jessé Souza (Leya)
3º) A Tentação Fascista no Brasil: Imaginário de Dirigentes e Militantes Integralistas, de Hélgio Trindade (Editora da UFRGS)

Comunicação
1º) Manual de Editoração e Estilo, de Plinio Martins Filho (Editora da Unicamp)
2º) Bota o retrato do velho outra vez: a campanha presidencial de 1950 na imprensa do Rio de Janeiro, de Luís Ricardo Araujo da Costa (Paco Editorial)
3º) Todos os Monstros da Terra. Bestiários do Cinema e da Literatura, de Adriano Messias (EDUC - Editora da PUC-SP / FAPESP)

Direito
1º) Comentários ao Código de Processo Civil - Coleção Completa 17 Volumes, com direção de Luiz Guilherme Marinoni e coordenação de Sérgio Cruz Arenhart e Daniel Mitidiero (Revista dos Tribunais)
2º)  A "tradução" de Lombroso na Obra de Nina Rodrigues: O racismo como base estruturante da Criminologia Brasileira, de Luciano Góes (Editora Revan)
3º) Os Direitos da Mulher e da Cidadã por Olímpia de Gouges, Dalmo de Abreu Dallari (Saraiva)

Economia, Administração, Negócios, Turismo, Hotelaria e Lazer
1º) Finanças Públicas, de Felipe Salto e Mansueto Almeida (Record)
2º) A crise fiscal e monetária Brasileira, de Edmar Bacha (Civilização Brasileira)
3º) Executivos Negros: Racismo e Diversidade no Mundo Empresarial, de Pedro Jaime (Editora da USP)

Educação e Pedagogia
1º) Alfabetização: A questão dos métodos, de Magda Soares (Contexto)
2º) A Instrução Pública nas Vozes dos Portadores de Futuros: Brasil - Séculos XIX e XX, de Carlos Monarcha (EDUFU)
3º) Currículos Integrados no Ensino Médio e na Educação Profissional: Desafios, Experiências e Propostas, de Francisco de Moraes e José Antonio Kller (Editora Senac São Paulo)

Engenharias, Tecnologias e Informática
1º) Nanotecnologia Experimental, de Henrique Eisi Toma, Delmárcio Gomes da Silva e Ulisses Condomitti (Editora Blucher)
2º) Acústica de Salas - Projeto e Modelagem, de Eric Brandão (Blucher)
3º) Introdução à Engenharia de Produção - Conceitos e Casos Práticos, de Orlando Roque da Silva e Délvio Venanzi (Editora LTC)

Gastronomia
1º) Enciclopédia dos Alimentos Yanomami (Sanöma): Cogumelos, de Moreno Saraiva Martins (Instituto Socioambiental).
2º) Todas as Sextas, de Paola Carosella (Editora Melhoramentos)
3º) Mari Hirata Sensei Por Haydée Belda, de Haydée Belda (Editora Bei Editor)

 

Leia mais:
Leia uma entrevista com o escritor
Livro de ilustradora catarinense com desenhos de mulheres reais é finalista do Prêmio Jabuti
Em A tradutora, Cristovão Tezza recupera personagem que apareceu em outros livros

"O Filho Eterno", best seller do catarinense Cristovão Tezza, vira filme 

 Veja também
 
 Comente essa história