Gal Gadot pode deixar o elenco da continuação de "Mulher-Maravilha", diz site Warner Bros/Divulgação

Foto: Warner Bros / Divulgação

A atriz Gal Gadot pode deixar o elenco da sequência de Mulher-Maravilha. A informação é do site norte-americano Age Six. A condição da artista para a permanência no filme é a saída do cineasta Brett Ratner, acusado de assédio sexual por seis mulheres, da produção do longa. 

Ainda de acordo com a publicação do Age Six, uma fonte de Hollywood informou que Gal não quis participar, no mês passado, de um jantar em homenagem a Ratner e não quer acertar com a franquia, por considerar estar beneficiando um homem acusado por sua má conduta sexual. 

– Ela tem uma posição inflexível e defende seus princípios. Ela também sabe que o melhor caminho de atingir pessoas como Brett é na carteira. A Warner Bros. não pode rodar um filme sobre empoderamento feminino sendo co-financiado por um homem acusado de crimes sexuais contra mulheres – disse o informante. 

Primeiro filme solo de super-heróis estrelado por uma mulher, Mulher-Maravilha teve direção de Patty Jenkins e faturou mais de US$ 800 milhões no mundo inteiro. 

Leia mais notícias de Entretenimento 

 Veja também
 
 Comente essa história