Neil deGrasse Tyson, da série Cosmos, é acusado de estupro por ex-colega de faculdade NatGeo/Divulgação

Foto: NatGeo / Divulgação

Mais um nome famoso na televisão está sendo acusado de violência sexual. O astrofísico Neil deGrasse Tyson, conhecido pela série Cosmos, está sendo acusado por uma ex-colega de faculdade de tê-la estuprado. De acordo com Tchiya Amet, Neil a violentou em 1984, quando ambos estudavam na Universidade do Texas, nos Estados Unidos. 

– Eu era uma estudante de astronomia durante o mesmo período que o sr. Tyson estava lá. Meu sonho era me tornar a primeira astronauta negra. Eu estava uns 15 anos na frente de Mae Jamison [a primeira astronauta negra]– escreveu a artista em um blog pessoal – Eu fui visitá-lo [Neil] em seu apartamento como fazia quase todos os dias. Ele era uma espécie de irmão mais velho para mim, ou pelo menos era o que eu pensava.

Tchiya afirma que, ao chegar no apartamento de Neil, ele lhe ofereceu água e a próxima coisa da qual ela se recorda após ingerir a bebida é de vê-lo no corredor, no dia seguinte. Ainda em seu relato, ela afirma que o astrofísico a drogou com ácido gama-hidroxibutírico, conhecido como a "droga do abuso"  e a estuprou. 

O texto segue relatando como o caso fez com que ela vivesse com estresse pós-traumático por 25 anos e como isso afetou suas relações interpessoais posteriores. 

– O que você dirá para a sua esposa, a mulher com quem você falava no telefone quando me deu água para beber em um copo que tinha formato de concha? Você tem alguma ideia de como seu ato de violência afetou a minha vida, as vidas dos meus pais, do meu ex-marido, minhas filhas e todos que tiveram qualquer contato comigo? – questiona. 

A primeira vez que a artista acusou Neil nas redes sociais foi em 2014. O astrofísico nunca se pronunciou sobre o assunto.

Leia mais: 

Emmy cancela homenagem a Kevin Spacey após acusação de assédio 

Hollywood critica pedido de desculpas de Kevin Spacey, que revelou ser homossexual 

Após denúncia de assédio contra Kevin Spacey, "House of Cards" é cancelada, diz site


 Veja também
 
 Comente essa história