The Voice Brasil: time de Ivete Sangalo mostra força na segunda noite de tira-teima Isabella Pinheiro/Gshow/Divulgação

Samantha Ayara foi o principal destaque desta noite

Foto: Isabella Pinheiro / Gshow/Divulgação

Cantar bem, definitivamente, não é mais o suficiente para se manter no The Voice Brasil. É preciso cantar muito bem, ter presença de palco, carisma e encantar a todos - mesmo que a decisão acabe sendo tomada apenas por uma pessoa. Nesta quinta-feira (9), na segunda noite de tira-teima, candidatos vistos como possíveis favoritos ao prêmio acabaram ficando pelo caminho. 

A primeira a mandar seu time para o palco foi Ivete Sangalo. A baiana, aliás, escalou a equipe que mais empolgou os seus colegas de cadeira vermelha e plateia presente. Quem abriu a noite foi Douglas Alessi, que saiu das audições às cegas como um dos participantes mais fortes desta edição. Douglas apresentou sua versão de Pétala, música Djavan, e conseguiu convencer sua treinadora a passá-lo de fase. 

Junto de Douglas, o time de Ivete continuará contando com a voz de Samantha Ayara. A roqueira foi o grande destaque desta do dia ao cantar What A About Us, da cantora norte-americana P!nk. Além dos gritos eufóricos do público, recebeu elogios fervorosos dos quatro líderes do jogo. 

– Você fez aula de canto? É natural? Então, por favor, ensina a gente – comentou Lulu Santos, ao final do show. 

Samuel Sabino e George Sants que recebeu até o convite para um dia cantar no casamento de Carlinhos Brown – também agradaram, mas acabaram ficando pelo caminho. Eles apresentaram Lábios de Mel (Tim Maia) e Me Abraça (Banda Eva), respectivamente. 

Nos três times seguintes, o nível de competição se mostrou menos acirrado. Lulu Santos elegeu Rhaysa, com Axé Acapella, de Maria Gadú, e Nãnan Matos, com O Canto Dessa Cidade, de Daniela Mercury, como as suas favoritas da noite. Arthur Sena (que cantou Heaven, de Bryan Adams) e Nathalia Bellar (Hoje Eu Quero Sair Só, de Lenine) deixaram a competição. 

Michel Teló, atual bicampeão, entrou mais uma vez com a responsabilidade de defender seu título. E a vitória nos dois últimos anos se justificou. Ainda que a equipe de mais destaque tenha sido a de Ivete, os cantores treinados por Teló tiveram apresentações bastante empolgantes. A voz marcante Mariana Volker, que fez um cover de Roxxanne, sucesso do The Police, e o gingado de Diego Carter, que fez uma versão de Vamos Fugir, de Gilberto Gil, se deram melhor que os seus concorrentes. A jovem Chai (Proibida Pra mim, do Charlie Brown Jr.) e Felipe Maurente (Essa Mina é Louca, de Anitta com Jhama) foram desclassificados. 

O time de Brown encerrou a noite e teve como classificados Vinicius D'Black, que deu uma roupagem diferente à dançante Vou Desafiar Você, de MC Sapão, e Gab Ferreira - outra postulante ao prêmio que saiu bastante fortalecida da disputa -, com Você Não Entende Nada, de Caetano Veloso. Aline Peixoto, apesar da prefência da plateia, e Deborah Vasconcellos foram eliminadas, cantando Higher Ground, do Red Hot Chilli Peppers e Aquele Um, de Djavan.

Leia mais notícias de Entretenimento


 Veja também
 
 Comente essa história