Isfet: agressão e sofisticação  Isfet / Divulgação/Divulgação

Foto: Isfet / Divulgação / Divulgação

E a pesada névoa da década de 1990 continua agregando adeptos após tanto tempo... O Isfet é um grupo capitaneado por Lucas (voz e guitarra) e João (guitarra), catarinenses na faixa dos 20 anos que tem Florianópolis como base. O pessoal trabalha rápido, pois em três anos lançarou o EP Souls Dragged Into The Abyss Of Torment (2016), e agora estreia com um disco completo, Shards From A Formless Part, um fruto completamente conectado ao que se espera do underground.

Continuando a explorar as possibilidades da musicalidade escandinava – em especial os primórdios do death melódico e do black metal –, o Isfet não se furta em pincelar outros gêneros para enriquecer sua música, mas que pouco minimizam o caráter extremo da proposta. Independentemente dos rótulos, o resultado é um álbum processado com uma selvageria meio maléfica e obscura, meticulosamente revestido com desespero e melancolia.

As influências estão aí, mas é palpável preocupação em manter os portões abertos às possibilidades artísticas que vão surgindo pelo caminho, desde que coerente à visão contestadora que o Isfet possui da realidade que o cerca. E canções como Impure Soil, a faixa-título e In Silence I Dwell são exemplos da agressão e sofisticação que é o repertório.

Os cuidados vão para além da música. O logo do Isfet foi elaborado por ninguém menos que a lenda belga Christophe Szpajdel (Emperor, Enthroned) e a intrigante arte da capa é da Moonroot Arts (Acheron, Nokturnal Mortum), da República Tcheca. O resultado é tão positivo que Shards From A Formless Part está sendo despachado para várias nações via Paypal, e já programado o lançamento em CD e vinil em território internacional ainda neste semestre. lml

 Mais resenhas em Males que vão para o Ben

 Formação:
Lucas U.: voz e guitarra
João R.: guitarra
Rafael G.: baixo
Diego M.: bateria

Foto: Isfet / Divulgação

Isfet: Shards From A Formless Part
2017 / Corvo Records
α: A Drop of Poison Falls
II. Impure Soil
III. Deeds Of Imperfection
IV. Tragedy Comes Ashore
V. Shards from a Formless Past
VI. Flew The Noxious Swarm…
VII. In Silence I Dwell
ω. Towards Blossoming Sedition.

 *Ben Ami Scopinho está há mais tempo em Floripa do que passou em sua terra natal, São Paulo. Ilustrador e designer no DC, tem como hobby colecionar vinis e CDs de hard rock e heavy metal. E vez ou outra também escreve sobre o assunto.   

 Veja também
 
 Comente essa história