Músicas que tocam em jogos da Seleção foram escolhidas por jogadores e comissão técnica YURI CORTEZ/AFP

Jogadores fizeram parte da escolha das músicas

Foto: YURI CORTEZ / AFP

Em todas as Copas do Mundo, a Seleção Brasileira tem um hino que embala a trajetória do time na competição. Desde o "Deixa a vida me levar", de Zeca Pagodinho, lá em 2002, até o "Tá Escrito", do grupo Revelação, em 2014. 

Este ano, a pedido da Fifa, a Seleção escolheu quatro canções para tocar nos estádios russos em jogos do Brasil. O ritmo é unanimidade: samba. Tem que provar que merece e Clareou, de Xande de Pilares; Moleque Atrevido, de Jorge Aragão; e Coragem, de Diogo Nogueira, foram as músicas preferidas de jogadores e comissão técnica para animar o aquecimento e comemorações do time.

Todas as letras falam sobre lutar, ter coragem e ir atrás de um objetivo. Em Tem que provar que merece, Xande de Pilares canta: "Eu quero te ver chegar lá. Quem sabe o que quer vai buscar. E tudo de bom acontece, mas tem que provar que merece". Diogo Nogueira, em Coragem, diz: "Pra que chorar, melhor sorrir. Perseverar, não desistir. E ter um pouquinho só de malandragem. A vida vai te balançar, te questionar, te sacudir o que ela quer da gente é coragem".

Tem que provar que merece (Xande de Pilares)

Clareou (Xande de Pilares)

Moleque Atrevido (Jorge Aragão)

Coragem (Diogo Nogueira)


 Veja também
 
 Comente essa história