Renda de Avaí X Brasil irá para família de Renanzinho, diagnosticado com tumor no cérebro Cristiano Estrela/Agencia RBS

Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS

A saúde do volante do Avaí Renanzinho é bastante delicada. Nesta segunda-feira (21), o médico do clube, Luis Fernando Funchal, confirmou que o atleta de apenas 19 anos está com um tumor no cérebro. O jogador inclusive já passou por duas cirurgias e agora será submetido à uma quimioterapia.

— Realizamos a retirada de 70% do tumor, e o restante vamos partir para o tratamento secundário com radioterapia e quimioterapia. Procuramos especialistas, e existe sim a chance de ele vencer essa batalha — informou o Dr Funchal, que é ortopedista.

Conforme o médico, não é possível afirmar se Renanzinho poderá voltar à atividade. No momento, a principal preocupação é curar a doença e que ele tenha qualidade de vida. O problema, de acordo com Dr Funchal, é a localização do tumor.

— Ele está muito próximo de áreas motoras e do sistema respiratório. Por isso, a gente considera esse um tumor agressivo — explicou o médico.

Renanzinho está consciente, mas muito chateado com a situação. Ele está em casa nesse momento, onde recebe o apoio da família. Por isso, a renda do próximo jogo, contra o Brasil de Pelotas, que seria somente de festa para comemorar o acesso à Série A, será convertida à família do jogador. A informação foi dada pelo presidente do clube, Francisco José Battistotti, em coletiva de imprensa.

Funchal (D) e Battistotti concederam entrevista coletiva nesta segunda para falar sobre a situação de Renanzinho Foto: Marco Favero / Agencia RBS

— O Avaí, por ser um clube de família, preocupou-se em dar alguma segurança ao Renanzinho. Então vou pedir ao torcedor avaiano que,no jogo com o Brasil, compre o ingresso. A receita líquida será guardada para que a gente compre uma residência para o Renanzinho. Sei que dificilmente vai chegar ao valor nesse jogo, mas vamos juntar algumas outras promoções de jogos possíveis. Até porque a família teve uma despesa considerável, e hoje o apartamento onde ele mora, a despesa do aluguel está sendo feita pelo Avaí — destacou o dirigente.

Ainda conforme Battistotti, para o sócio que não paga ingresso, haverá urnas nas entradas da Ressacada, onde o torcedor poderá depositar qualquer valor para ajudar o atleta.

A venda de ingressos para Avaí x Brasil-RS terá início às 9h desta terça-feira. Será R$ 20 (inteira) e R$ 10(meia) em todos os setores, exceto Área Vip, que custarão R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia). Menores de 12 anos não pagam, mas é obrigatória a apresentação de documento.

Doping e a fastamento

Revelação do Avaí, Renanzinho chamou atenção de times brasileiros e até do Arsenal após a campanha no Brasileirão. No entanto, o jogador natural de Ariquemes, em Rondônia, passou muito tempo fora dos gramados. Primeiro, devido a um antidoping. Ele ficou seis meses suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por uso de octopamina, substância proibida pela Agência Mundial de Antidoping e que faz parte do suplemento da cafeína, com efeito emagrecedor.

Voltou a integrar o grupo na vitória contra o Operário-MT em abril. Mas logo depois foi afastado pelos problemas de saúde. No dia 1º de agosto, foi reapresentado, quando houve inclusive comemoração dos colegas de equipe.

 Veja também
 
 Comente essa história