Avaí é surpreendido em casa pelo lanterna Atlético-GO e volta ao Z-4 Cristiano Estrela/Diário Catarinense

O time rubro-negro saiu na frente após pênalti cometido por Capa (C)

Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense

O equilíbrio na região intermediária da Série A do  Campeonato Brasileiro é tamanho que qualquer vacilo custa caro. E o Avaí sentiu na pele isso na tarde deste domingo. Quando o favoritismo finalmente apontava que o Leão conseguiria um resultado para decolar na tabela, a zebra se vestiu de Dragão no Estádio da Ressacada e o lanterna Atlético-GO venceu por 2 a 0, voltando a deixar a equipe azurra dentro do Z-4. Após sete jogos de invencibilidade, o time comandado por Claudinei Oliveira voltou a sentir o amargo gosto da derrota.

Especialista em enfrentar os grandes do futebol brasileiro, contra quem fez suas melhores atuações na competição, o Avaí começou o jogo com dificuldade para encarar o lanterna Atlético-GO. Precisando fugir da sua principal característica - se fechar na defesa e aproveitar os contra-ataques - e propor o jogo, o Leão esbarrou na boa marcação do adversário. 

Nos primeiros 45 minutos, o time da casa se mostrou pouco efetivo e viu os visitantes trocarem mais passes. Em uma primeira etapa de poucas oportunidades, foi justamente da equipe rubro-negra a melhor chance. Aos 30 minutos Andrigo arriscou de longe, à direita de Douglas, e a trave evitou o gol.

Com uma postura mais ofensiva após o intervalo, o Avaí passou a rondar a área do Atlético-GO e renovou as esperanças da torcida. Mas a animação não durou muito tempo. Aos 11 minutos, o lateral Capa, em jogada atrapalhada, atropelou Andrigo dentro da área e o árbitro não teve dúvida para marcar pênalti. Na cobrança, Douglas não conseguiu evitar que Luiz Fernando balançasse a rede.

Apesar das rápidas mudanças do técnico Claudinei Oliveira, que promoveu as entradas de Luanzinho e Willians nos lugares de Juan e Joel, o Dragão tratou de acabar de vez com a esperança de reação. Aos 17, a bola sobrou para Walter, de fora da área, que emendou de primeira, sem chance para o goleiro avaiano: 2 a 0.

O Leão volta a entrar em campo no dia 11 de outubro, quando vai receber o Vasco, às 21h45min, na Ressacada. No mesmo dia, às 19h30min, o Atlético-GO enfrenta o Atlético-PR em Curitiba.

FICHA TÉCNICA

Avaí (0)
Douglas Friedrich; Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Judson, Wellington Simião, Pedro Castro (Marquinhos) e Juan (Luanzinho); Joel (Willians) e Júnior Dutra. Técnico: Claudinei Oliveira.

Atlético-GO (2)
Marcos; Jonathan (Silva), William Alves, Eduardo e Bruno Pacheco; Ronaldo, Paulinho (André Castro), Jorginho e Andrigo (Niltinho); Luiz Fernando e Walter. Técnico: João Paulo Sanches.

Gol: Luiz Fernando (At, 13/2ºT), Walter (At, 17/2ºT)
Arbitragem: Raphael Claus, auxiliado por Alex Ribeiro e Alberto Masseira (trio de SP).
Cartões amarelos: Judson e Marquinhos (Av). Andrigo (At) e Silva (At)
Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis.
Público: 7.782 torcedores
Renda: R$ 149.719

Leia outras notícias sobre o Avaí
Acesse a tabela da
Série A do Brasileirão


 Veja também
 
 Comente essa história