Avaí tenta aumentar série invicta diante do lanterna do Brasileirão Artes DC/Artes DC

Foto: Artes DC / Artes DC

Concentração elevada e olhos bem abertos. O Avaí vai enfrentar o lanterna do Campeonato Brasileiro, mas a tensão marca mais um jogo da equipe azurra na luta pela permanência na elite nacional. Ainda que o Atlético-GO tenha ficado para trás na classificação, o momento exige atenção do Leão no duelo das 16h deste domingo na Ressacada. O Dragão surpreendeu nos dois últimos jogos como visitante.

À beira do desespero, com cinco pontos atrás do time à frente na tabela, o Coritiba, o Atlético-GO vira camicase nesta fase do Brasileirão. Como piloto japonês na segunda guerra mundial que se atirava contra os inimigos para matar e morrer, a equipe goiana venceu o Corinthians em Itaquera e a Ponte Preta no Moisés Lucarelli – as duas últimas partidas como visitante. A situação no campeonato obriga o Dragão tentar fazer o mesmo na Ressacada.

No entanto, o Leão tem muito a defender além da 15ª colocação e do espaço fora da zona de rebaixamento, que persiste por três rodadas e precisa ser preservado. O time azul e branco acumula sete partidas sem derrotas no torneio e tenta manter o clima positivo instaurado pela invencibilidade no returno, até porque depois deste compromisso, o calendário de partidas sofre pausa para os últimos compromissos da Seleção Brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo.

— O fator emocional é fundamental. Temos poucas vitórias e poucas derrotas também. Com essa invencibilidade os jogadores ficam mais leves, têm mais alegria. Se vencermos, podemos dar uma distanciada na tabela, teremos 10 dias para trabalhar. E fazer isso em cima de uma vitória é muito melhor: tudo que você propõe, o atleta faz com alegria — decretou o técnico do Avaí, Claudinei Oliveira.

O treinador indica que conta com a íntegra da equipe-base para mandar ao gramado da Ressacada. Durante a preparação para o duelo, no decorrer da semana, o zagueiro Alemão ficou de fora de alguns trabalhos e o goleiro Douglas de atividade com o grupo de jogadores na sexta-feira, ambos poupados. Os dois e os outros nove jogadores vão para a terceira partida neste returno — começaram a vitória sobre a Chapecoense e o empate com o Flamengo, na rodada passada. Claudinei Oliveira tem claro que é o conjunto o trunfo da arrancada da equipe após três meses na zona de rebaixamento e da batalha pela permanência na elite nacional.

— Colocamos no vestiário as coisas positivas: a melhor fase invicta é nossa, a melhor defesa do returno também (junto com o Santos, com três gols sofridos cada). Os atletas têm que enxergar que estão melhorando. Nosso objetivo mínimo é o 16º lugar, estamos um pouco à frente e se conseguirmos manter essa consistência, a luta, a união, melhorar o ataque, podemos até bater uma Sul-Americana. 

FICHA TÉCNICA 

AVAÍ
Douglas; Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Judson, Wellington Simião e Pedro Castro; Junior Dutra, Joel e Juan. Técnico: Claudinei Oliveira.

ATLÉTICO-GO
Marcos; Jonathan, Eduardo Bauermann, William Alves e Bruno Pacheco; Ronaldo, Paulinho, Andrigo, Jorginho e Luiz Fernando; Walter. Técnico: João Paulo Sanches.

ARBITRAGEM: Raphael Claus, auxiliado por Alex Ang Ribeiro e Alberto Poletto Masseira (trio de SP).

DATA E HORA: às 16h de domingo.

LOCAL: Ressacada, em Florianópolis. 

Leia outras notícias sobre o Avaí
Acesse a tabela da
Série A do Brasileirão


 Veja também
 
 Comente essa história